Como lidar com a inveja? como superar este sentimento tão negativo?

A inveja é uma emoção bastante negativa e desagradável. Mas ela é muito interessante também, pois abre uma janela para seu inconsciente e revela sua forma de pensar. A inveja é uma bandeira, um chamado, para você olhar para dentro.

Como lidar com a inveja?



Que mensagem ela nos traz?

Como podemos superar este sentimento tão negativo?

Veja aqui meu vídeo sobre este tema.


A inveja é uma emoção bastante negativa e desagradável. Mas ela é muito interessante também, pois abre uma janela para seu inconsciente e revela sua forma de pensar.

A inveja é uma bandeira, um chamado, para você olhar para dentro.

Quando sentimos inveja, podemos parar e trazer para a luz da consciência a emoção. “Estou com inveja de quê? O que aquela pessoa tem que eu quero?”


Em seguida, seja preciso em identificar a causa: beleza, poder, dinheiro, fama e alguma oportunidade costumam ser os motivadores de inveja. Mas seja mais preciso. Seja franco. Descubra exatamente o que é que aquela outra pessoa tem que você acha que lhe deixaria feliz.

Agora chegamos ao âmago da questão: “Serei feliz quando… serei feliz se….”

Isso é a essência do que é chamado de felicidade, condicionada à raiz do paradigma da fantasia. No meu livro “O Caminho 3T”, eu explico:

“Felicidade condicional é uma armadilha. É uma situação em que ninguém ganha. O grande problema é que você está dizendo que, agora mesmo, você é incompleto, infeliz ou “ainda não chegou lá”. Muito embora você não tenha a intenção de se deprimir com isso, o que acontece quando você diz que você será feliz quando isso ou aquilo aconteça ou quando obtenha isso ou aquilo é que você está dizendo que você não é feliz agora, que você não está satisfeito e que você não é completo. E a situação piora, pois, no mesmo instante em que você aposta em alguma coisa ou alguma situação externa e futura para ser feliz, você certamente ficará ansioso. Consciente ou não, você ficará ansioso em relação a quando isso virá, ou se virá. Também ficará frustrado em razão de ainda não ter o que deseja. Você ficará irado caso aconteça algo que afaste essa realidade para um futuro ainda mais distante, ou que a torne improvável. E se todos esses sentimentos de insatisfação, ansiedade, frustração, medo e ira não fossem o bastante para estragar seu dia, aqui está o golpe final: quando você de fato obtém um desses itens de sua lista de alegrias condicionais, o sentimento positivo dura pouquíssimo tempo, algumas vezes praticamente não existindo. Talvez concluir o ensino médio tenha sido um item importante na sua lista. Porém, por quantos dias você de fato se sentiu realizado e feliz depois do dia da formatura? Entrar na faculdade? Por quanto tempo isso deu suporte ao seu bem-estar? Obter o primeiro emprego? Seu carro novo? Um celular mais moderno? Pense nisso. Por quanto tempo você de fato se sentiu satisfeito, completo, realizado e feliz ao alcançar essas metas? O que realmente aconteceu com você foi provavelmente o que acontece com a maioria de nós: tão logo você obtém um item da sua lista, sua lista simplesmente se atualiza e aquilo não foi tão incrível, afinal. Sua mente não lhe deu nenhum descanso, nenhuma satisfação e nenhuma felicidade durável.”

A inveja então revela uma falha terrível na nossa visão da vida. Mostra que estamos confusos, com o foco errado. E sofrendo por conta disso.

A solução é usar este momento de inveja para dar mais um passo em direção ao estado correto e prazeroso de viver, aquilo que chamo do Paradigma da Realidade, onde nosso foco não é no futuro, não é no outro, mas sim em viver nossa essência e propósito aqui e agora.

Pegue a inveja, extraia o desejo ilusório que a está alimentando, veja como você está se torturando com o conceito da felicidade condicional, e deixe o sentimento se esvaziar, guardando só o aprendizado.

Tudo isso, com grandes doses de autoperdão e até um certo humor. Temos que rir de nossa tolice, de como sofremos inutilmente por nossa própria conta.


Direitos autorais da imagem de capa: Pablo Varela on Unsplash

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.