Como lidar com a dor no amor, que vem em 6 etapas diferentes:

7min. de leitura

Quantas vezes você se perguntou: “O que é o amor exatamente?”

Você não está sozinho. É uma questão antiga que deixa muitas pessoas questionando seus relacionamentos e futuro romântico.



Então, o que é amor? O amor é um processo: encontrar um parceiro, apaixonar-se e, às vezes, desapaixonar-se. Não é uma coisa permanente. Não é algo que você encontra e tem para sempre porque nunca muda. O amor é fluido. Sua definição muda ao longo do tempo, dependendo de cada casal. Os casais que fazem o amor durar, aprendem a mudar em conjunto e apoiar a individualidade do outro.

O amor é lindo e, às vezes, doloroso

Assim como o amor está em constante mudança, também está a dor que o amor pode trazer. A dor do amor ocorre em diferentes estágios de um relacionamento. Você, provavelmente, já experimentou alguns dos vários tipos de dor no amor. Caso contrário, ainda vai experimentá-los em algum momento.

Abaixo estão alguns dos diferentes tipos de dor que o amor pode trazer:

1. O que é amor? Isso é amor?

Procurar por amor pode ser bastante doloroso. Primeiro, há a questão de encontrar amor, o que significa superar os traumas emocionais de relacionamentos passados. Você precisa estar pronto para encontrar o amor e saber o que deseja antes de ter alguém. Você também precisa ter uma ideia do que o amor significa para você, o que talvez não seja a mesma ideia para todos.


Uma vez que você acha que sabe o que deseja e responde: “O que é o amor?”, há a dor de descobrir como convidar a pessoa para um encontro.

Quando você desenvolve a coragem de convidar esse alguém para sair, pode ser atingido com a próxima grande dor: rejeição. Neste caso, o que você precisa fazer é aprender a lidar com amor não correspondido ou sentimentos românticos não compartilhados. Se você passar pela fase de encontros e os sentimentos forem mútuos, agora você enfrenta ainda mais desconforto. Você tem que descobrir se está realmente apaixonado ou simplesmente está apegado à pessoa. Se você acha que o que sente é amor, é hora de mostrar a outra pessoa como se sente. Talvez a parte mais dolorosa deste estágio seja decidir como dizer-lhe que você o está amando.


2. Definitivamente, eu estou me apaixonando!

O segundo estágio do amor e da dor é a parte do amor. A dor desse estágio vem da mesma questão antiga: o que é amor? Exceto que desta vez, você se pergunta: “Estou me apaixonando?” Você pode responder a esta pergunta prestando atenção às suas ações.


Para evitar algumas das dores associadas ao amor, é importante entender a ciência por trás do sentimento. Lembre-se, esses sentimentos fortes são devidos à produção de certas químicas no seu cérebro.

Se você confirmou que está se apaixonando e entende a ciência por trás disso, parabéns! Agora você pode participar de uma das melhores partes de estar apaixonado: as mãos dadas. Andar de mãos dadas têm em uma série de benefícios positivos para a sua saúde.


3. É oficial, somos um casal

O próximo passo na progressão do amor, geralmente, é a formação do casal. Se você não tem certeza de em qual etapa está, comece a procurar sinais de que está em um relacionamento comprometido. Uma vez que você determinou que está oficialmente em um relacionamento, tem um novo conjunto de preocupações potencialmente dolorosas. Você pode começar a se perguntar o que fazer agora, como agir, para onde ir e como manter a relação saudável. Antes de tudo, pare de pensar tanto. Se você analisar seu relacionamento em excesso, acabará frustrado e ansioso. Concentre-se em ser maduro na relação, para criar e manter a felicidade.

Assim como em um negócio, você precisa pensar em uma missão e visão para seu relacionamento. Onde você espera estar em alguns anos e como pode melhorá-lo todos os dias? Para responder a algumas dessas questões, é importante aprender o tipo de personalidade que seu parceiro tem. Aproveite o tempo para realmente entender. Uma pessoa altamente sensível tem necessidades diferentes de uma pessoa aterrada e séria, por exemplo.


4. Como eu pude amar essa pessoa?

Nesta fase, uma das coisas podem acontecer. Você continua seu relacionamento para sempre na clássica história “felizmente sempre”, ou começa a questionar as decisões que o trouxeram aqui. “O que é o amor?”, você se pergunta novamente. “Como eu pude amar essa pessoa?”

Olhar para trás em busca do por que você se apaixonou, em primeiro lugar e questionar tudo, pode ser doloroso. É um dos momentos mais difíceis que você vai enfrentar. Procure coisas que lhe deem força enquanto você passa por esse momento difícil.


5. Terminou

Esse relacionamento não é tudo o que você pensou que seria. Com toda a dor e o esforço de tentar fazê-lo funcionar, você de alguma forma se perdeu ao longo do caminho. Agora você precisa questionar se é hora de deixar ir para poder continuar a se amar novamente.

Quando termina, você precisa juntar os pedaços do seu coração partido. Só porque o relacionamento não era saudável, não significa que é fácil superar alguém que você já amou. Recuperar-se após uma ruptura é difícil – todo o seu futuro está no ar. Apesar disso, você ainda precisa superar e seguir o mais rápido possível. Aproveite o tempo para aprender as lições importantes que vêm com a perda do amor, escute as músicas tristes quando quiser chorar e depois continue com sua vida.


6. Estou solteiro novamente

Agora que você superou a dissolução, está novamente solteiro. Isso pode ser divertido ou doloroso, se você começar a se sentir sozinho. Basta focar em como se amar e procurar a motivação para apreciar a si mesmo. Aceite este momento da sua vida e o verdadeiro amor virá, quando você estiver pronto.

____

Traduzido pela equipe de O Segredo – Fonte: Life Hack

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

* Matéria atualizada em 22/06/2017 às 12:49






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.