Como os pais criam crianças narcisistas:

Temos muitos medos, quando se trata do bem-estar de nossos filhos. Eles estarão seguros? Eles serão saudáveis? Eles vão se encaixar na sociedade? Muitas vezes, estamos focados em ameaças externas. Nós esquecemos que o maior perigo para a maioria dos seres humanos é interno.



A detecção do narcisismo e outros distúrbios de personalidade é difícil em crianças.

Seus cérebros e personalidades ainda estão se desenvolvendo. Elas ainda estão aprendendo traços como empatia, bom senso e preocupação para com os outros.

Então, como determinamos se uma criança está em risco de desenvolver uma personalidade narcisista?

O psiquiatra infantil Efrain Bleiberg lista os seguintes problemas comportamentais que podem ser uma indicação do surgimento de narcisismo:

  • Problemas de relacionamento interpessoal
  • Frieza
  • Maldade
  • Tentativa de controle ou manipulação
  • Problemas de escola
  • Impulsividade
  • Má administração da frustração
  • Mudanças de humor
  • Mentir, roubar ou infringir regras
  • Exibicionismo
  • Autodúvidas e inveja intensa dos outros
  • Constante necessidade de atenção

É claro que, ao analisar esses traços, é importante vê-los no contexto da idade e do ambiente da criança. Uma criança de cinco anos que grita com entusiasmo: “Olha para mim!” quando  está aprendendo a andar de bicicleta, não é uma preocupação. Um estudante de quinto ano que tenta ferir irmão mais novo por medo de não ser mais o foco, é.


Além dos sintomas listados acima, um sentimento excessivo de direito é um forte indicador de um narcisista em desenvolvimento. Uma criança que exige um tratamento melhor do que seus semelhantes, pode estar em risco. As crianças narcisistas também são conhecidas por serem mais agressivas do que seus colegas. Elas não funcionam bem em um ambiente social e têm problemas para fazerem amigos. Elas podem buscar elogios e atenção em excesso. Mesmo quando os recebem, no entanto, elas permanecem inseguras. É um vazio que, aparentemente, nunca pode ser preenchido. Segundo o Dr. Bleiberg, as crianças narcisistas são muitas vezes solitárias, irritadas, vazias e invejosas.

Então, como protegemos nossas crianças desta condição?

Os pesquisadores conseguiram identificar uma coisa que podemos fazer, como pais, para combater o desenvolvimento do narcisismo. A necessidade de atenção e a baixa autoestima de uma criança narcisista, geralmente, leva os pais a agradá-la com elogios excessivos. Isso, no entanto, é uma das coisas mais nocivas que podemos fazer. Os pesquisadores descobriram que um nível de elogios inflacionado, embora bem-intencionado, pode realmente diminuir a confiança e o senso de autonomia de uma criança. Crianças com baixa autoestima reagem a elogios excessivos com um aumento do nível de ansiedade. Elas sentem pressão para deixar seus pais novamente orgulhosos. Têm mais medo do fracasso e menos propensão a se desafiar. Elas se tornam cada vez mais dependentes da validação de outros.

Felizmente, o comportamento de uma criança é fácil de mudar. As crianças são mais resilientes do que os adultos e aprendem muito mais rapidamente. Os seus cérebros e o seu caráter são preparados para o crescimento. Se você acha que seu filho está no caminho do narcisismo, há muitos passos que pode seguir. Elogie com cuidado. Ensine a empatia e os limites. Permita que falhe, e ensine-lhe que a vida continua, independente dos erros. Ajude seu filho a desenvolver um senso de identidade pessoal. Mostre-lhe a diferença entre orgulho e ego. Ensine-lhe o equilíbrio entre a independência e a procura de apoio dos outros. Essas lições são uma parte do crescimento.


Mais importante, seja um exemplo. Seu filho está te observando.

Referências do texto: sakkyndig  –  mpoweringparents  –  livestrong  – centenary

____

Traduzido pela equipe de O Segredo – Fonte: I Heart Intelligence

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.