Como recomeçar sua vida aplicando 8 hábitos de mudança, mesmo que pareça tarde demais

Você já deve ter se visto nessa situação. Eu já estive lá.

Um dia você acorda e percebe que está vivendo a mesma coisa dia após dia. As mesmas pessoas, a mesma rotina, o mesmo café, o mesmo sorriso ao dar bom dia. Tem sido assim por um bom tempo: acorda, vai trabalhar, volta.

Queremos mudar o sentimento de uma vida que estagnou, talvez passar mais tempo com a família, uma viagem ocasional, cuidar mais de nós mesmas.

Sentir que temos mais tempo, mais energia, que estamos vivendo de verdade, não vivendo no modo piloto automático. Tirar do papel aqueles sonhos que ficaram para trás.

Mas a verdade é que nos sentimos presas, parece que estamos relendo o mesmo capítulo de um livro, repetidas vezes. Então entendemos o sentido de sobreviver.

O que você está vivendo e eu vivi há alguns anos é um hábito, é seguir um padrão. Que padrão é esse? Foi você quem criou? Talvez, não, apenas tenha seguido esse caminho por ter se cansado de não achar respostas para viver a vida que realmente faz seu coração vibrar.

“Seguir o padrão de vida que alguém te disse que era garantia de sucesso não irá te trazer felicidade.”

Mas o que fazer para mudar esse padrão, quando parece tarde demais?

Todo comportamento é baseado numa crença. Aquilo que você acredita é a base para determinar os seus comportamentos. A partir do momento que você entende e conhece o que acredita, então se torna mais fácil entender seus hábitos.

Quando começar a mudar seus hábitos e entender melhor como você funciona, perceberá que é possível mudar sua rotina, seus objetivos, e finalmente irá realizar as suas escolhas de vida.

Veja abaixo 8 dicas para mudar seus hábitos diários e impactar sua vida positivamente.

1 – Tome consciência da sua vida.

Você passa pelo seu dia sem ao menos perceber o que está acontecendo, ligou o piloto automático e foi.

Reserve 20 minutos do seu dia para escrever o que você fez, onde concentrou sua energia.

Anote quanto tempo ficou nas redes sociais, quanto tempo gastou ao telefone, quanto tempo ficou naquele cafezinho pós almoço, naquelas tarefas que não levariam mais que 5 minutos.

Sem dúvida, você vai se surpreender com suas atitudes diárias.

2 – Pare de dizer sim a tudo e a todos.

Você começou seu dia fazendo a tarefa das pessoas em sua casa pois achou que elas não fariam? Aceitou ajudar alguém no trabalho pois não achou que seria algo demais? Aceitou buscar os filhos do vizinho na escola afinal era seu caminho e não custava nada?

Em que momento você fez algo por você e para você? Achou que seria egoísmo dizer não quando alguém lhe pede ajuda?

Aceitar tudo também é um hábito, passe a se perguntar a importância de aceitar o pedido de alguém antes de qualquer coisa.

3 – Crie a sua rotina de produtividade.

Crie hábitos positivos em sua rotina. Assim como criou o hábito de acordar, trabalhar e voltar, você pode criar o hábito para ter uma rotina produtiva.

Comece a pensar no que você deveria fazer para tornar seu dia mais agradável. Desenhe exatamente:

1 – O que vai fazer?

2 – Quando vai fazer?

3 – Como vai fazer?

4 – Não faça tudo de uma vez.

Depois de construir a sua rotina, com propósito e produtividade, comece a implementar a mudança aos poucos.

Você precisa torná-los um hábito e não uma tarefa que precisa ser finalizada com prazo de validade e depois partir para a próxima como se fosse uma obrigação.

Comece pelas tarefas mais difíceis. À medida que as concluir, vai perceber que é possível realizar as demais e o esforço será bem menos intenso do que foi para implementar as primeiras mudanças.

5 – Substitua suas emoções negativas por positivas.

A cada 1 emoção negativa (stress, raiva, ansiedade, medo, frustração) que você experienciar no dia, você precisará de 4 emoções positivas (alegria, perseverança, entusiasmo, bom humor) para diminuir os efeitos que as primeiras causam.

Toda vez que um pensamento como: “eu não vou dar conta”, “eu não sou capaz de fazer”, “sinto que vou falhar nisso”, ative um gatilho mental, lembrando-se exatamente de como você fez para superar um desafio da última vez que achou que não conseguiria.”

6 – Celebre as pequenas conquistas.

“Não é sobre o objetivo. É sobre se tornar a pessoa que é capaz de realizar o objetivo.” – Tony Robbins

Se você for esperar o resultado perfeito acontecer para celebrar, talvez não sairá do lugar. Nem sempre sai como planejado, nem sempre tem o resultado que você esperava.

O mais importante é se lembrar de por que realizar essa atividade é tão importante para você e o que acontece toda vez que você se determina a executar essa atividade.

7 – Tenha sempre um plano B.

Nunca mantenha apenas um plano para seus objetivos e metas. Você não terá todas as respostas, nem todas as alternativas mapeadas. Então, busque por um plano B que trará a mesma satisfação, a mesma alegria, o mesmo flow.

Esqueça a ideia de que existe apenas um caminho e foque em seu controle e cuidado emocional.

8 – Pare de dar ouvidos às pessoas.

Apenas pare de dar ouvidos ao que as pessoas ao seu redor estão dizendo. Seres humanos têm o hábito de:

1 – Passar para frente aquilo que deu certo;

2 – Tentar eliminar aquilo que deu errado.

Porém cada pessoa tem o direito de viver aquilo que julga ser melhor para si. Pode ser que tenha dado muito certo para uns e “muito errado” para outros.

Mas a verdade é que cada um vive a experiência do seu jeito. E o importante é o que cada um vai obter de aprendizados e entendimentos sobre si em cada experiência que escolher.

Considerações finais.

Todos estamos aqui buscando por aquilo que nos traz felicidade. Uns a liberdade financeira, outros os negócios lucrativos, alguns buscando encontrar a si mesmos e outros construindo a carreira dos sonhos.

Não importa qual seja o seu objetivo, lembre-se de que essa é a sua vida e cabe a você decidir o que é mais importante.

Tenho certeza de que você não quer chegar ao final do dia sabendo que você simplesmente vivenciou uma rotina. Mas sim que a cada dia você constrói e vive aquilo que determinou sob seus termos, suas escolhas.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123RF/zulmanvideo.



Deixe seu comentário