publicidade

Como recuperar sua criatividade inata:

Muitas pessoas querem ser mais criativas. Mas a maioria tem dúvidas sobre se a criatividade é um talento que não pode ser aprendido. Para encontrar a verdade, os cientistas fizeram alguns experimentos cujos resultados foram surpreendentes e ao mesmo tempo encorajadores.



A criatividade é de fato um talento inato, e todo mundo tem!

Em 1968, George Land testou o desempenho de 1.600 crianças em um teste de criatividade originalmente concebido para a NASA para recrutar cientistas inovadores. As crianças foram testadas em diferentes idades.

Resultado dos testes

  • Crianças de 5 anos de idade que passaram no teste: 98%
  • Crianças de 10 anos de idade que passaram no teste: 30%
  • Crianças de 15 anos de idade que passaram no teste: 12%

De acordo com o resultado dos testes, quanto mais velhos ficamos, menos criativos nos tornamos.


A criatividade não é um dom aleatório que só pertence à minoria; todos nós somos dotados de criatividade quando nascemos.

O que acontece, porém, é que durante o nosso curso de vida, começamos a “desaprender” a nossa criatividade.


Então, a questão é: como recuperar nossa criatividade inata?

A criatividade, como definida por Richard N. Foster, conferencista, é “a capacidade de encontrar associações entre os diferentes campos do conhecimento, especialmente aqueles que parecem radicalmente diferentes em primeiro lugar”.


Anos atrás, telefone, câmera e computador eram apenas três gadgets completamente independentes. Mas Steve Jobs pensou que poderiam ser relacionados, e decidiu combiná-los em um único dispositivo.


Criatividade é fazer conexões inesperadas

E para treinar-nos a fazer tais conexões, existem exercícios que podemos fazer em uma base diária.

O exercício de duas palavras

Em uma experiência, o neurocientista Paul Howard Jones pediu aos voluntários que criassem uma história, combinando ideias relevantes, como “escova”, “dentes” e “brilhar”, e então criar uma outra história, combinando ideias irrelevantes, como “vaca”, “zíper” e “estrela”. Surpreendentemente, as histórias criadas com palavras irrelevantes são muito mais criativas do que as com palavras relevantes.

Para aplicar o resultado do estudo da experiência de Jones, sugerimos que você comece com duas palavras primeiro, em vez de três.

Demonstração

Duas palavras dadas:

  • Homem
  • Gato

Primeiro, você pode pensar sobre o seu relacionamento, e depois pensar sobre o ambiente em que estão. Onde eles estão? Estão no mesmo lugar ou não?

Quando você estiver criando o cenário, tente adicionar mais detalhes. Isso aumentaria ainda mais sua criatividade.


Nosso exemplo é:

“Depois que sua esposa faleceu, o gato tornou-se seu único companheiro. Toda noite, quando alimenta o gato, ele se lembra do tempo que passou com sua adorável esposa.”

Você pode achar difícil no começo. Mas não se preocupe! Existem perguntas orientadoras:

  • Como eles são?
  • Qual é a sua interação?
  • Alguma emoção é desencadeada?
  • Quando eles se conhecem, o que dizem um ao outro?
  • Em que lugares se encontram?
  • Qual é o cheiro, o som, a temperatura do lugar?

Uma vez que você criar um cenário, pode desafiar-se a criar mais, digamos quatro. Sugerimos mais cinco exemplos da seguinte forma.

Lembre-se, não tenha medo de sua história ser muito louca. Basta captar as ideias que surgirem.

Quando você terminar, pode rolar para baixo.

*

*

*

*

*

Ideias possíveis:

  1. Um estudante do ensino médio foi intimidado por seus colegas de classe. Todos os dias, quando ele vê o gato solitário ao virar, sente que pode entender seus sentimentos muito bem.
  2. Em um dia quente, na hora do almoço, um trabalhador da construção civil sentou-se no telhado da casa que estava trabalhando. A pessoa que o contratou era um magnata. O gato de estimação nesta família parecia esnobe. Ele comia generosamente e até tinha seu próprio quarto. O trabalhador olhou para o gato, e se perguntou porque até mesmo um gato levou uma vida melhor do que a dele.
  3. Um gato tinha sido muito mimado por seu mestre desde que foi trazido da loja de animais. No entanto, uma noite uma mulher atraente apareceu. E o gato sentiu que já não conseguia mais chamar a atenção de seu mestre.
  4. Choveu muito forte, e o córrego inundou totalmente. Um gato caiu descuidadamente dentro do córrego. Um homem que estava passando pelo local viu o gato. Ele parou, e hesitou em pular no córrego para salvar o gato ou não.

Agora que você já criou quatro cenários com êxito, deve ir mais longe!

Sugerimos que você crie dez cenários de duas ideias irrelevantes todos os dias.

Você pode reservar 15 minutos todos os dias, sentar-se em uma sala silenciosa, e contemplar as duas ideias.

O limite de tempo é importante, pois você só pode aumentar a sua criatividade de forma eficaz, se forçar-se sob pressão de tempo.

Referências: Yale Insight: What Is Creativity? The Huffington Post: 25 Ways To Be More Creative: Inc.

____

Traduzido pela equipe de O Segredo – Fonte: Life Hack

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.