publicidade

Como sair de um relacionamento complicado:

Relacionamento complicado: quem nunca teve um? É mais comum do que você imagina e há casais que passam anos nesta relação sem saber muito o que fazer. Mas antes de se pensar no fim, deve-se relembrar o começo, fazer um retrospecto de toda a relação.



Faça uma avaliação imparcial, anotando os prós e contras para que a balança determine o dominante.

O homem tende a ser emotivo e decidir as coisas com a cabeça quente ou movido por uma raiva passageira e assim enfrentar o arrependimento de uma atitude mal pensada.

Antes de tudo: analise seu relacionamento

Encarando os fatos – É regra: todos costumam comparar suas relações com as dos amigos, parentes e até de pessoas desconhecidas. O mais comum é pensar que todos são mais felizes do que você, que o namorado da amiga é mais romântico, o noivo da prima têm um emprego melhor, que aquele é mais atencioso. As comparações são infinitas, o que acaba aumentando o problema do casal, dando dimensões que talvez nem existam.

Cada casal tem, teve e terá problemas, assim como outros casais que também podem olhar para sua relação e achá-la perfeita, encarar o problema de frente e dialogar. Afinal, ninguém gosta de ser comparado a ninguém e não deve, pois cada ser é único.



Não deixar que as redes sociais compliquem uma relação – o Facebook é um exemplo de que não existem pessoas tristes e infelizes, mas sabemos que isto não é verdade. Todo mundo passa por altos e baixos na vida em todos os setores dela, financeiro, pessoal, social e amoroso. Assim como não existe felicidade continua, também não existe tristeza continua. Ninguém gosta de postar que está mal, que brigou com o namorado, que foi traído, por isso não compare sua vida e seu relacionamento porque acha que todo mundo é feliz menos você.

Conversar pode ajudar bastante

Mas se depois de analisar você está em um relacionamento complicado, a hora não é mais de pensar e refletir e sim de agir e tomar uma atitude, ficar empurrando um problema e adiando por não ter coragem de se decidir só faz arrastar um sofrimento para ambos.



O primeiro passo para sair de uma relação de forma pacífica é na paz e tranquilidade, conversando e explicando que você não quer mais. Marque em um local tranquilo e se possível fora de casa para evitar lágrimas e dramas, mais conversa sobre voltar e promessas. Desencoraja alguns a cenas de amor eterno e dramáticas de fazer vergonha.

Não tenha medo de ficar sozinho – O medo de ficar sozinho é o principal motivo de ficar adiando um término de relacionamento. Ou a pessoa fica se prendendo a uma parte da relação que é muito boa, o sexo, ou a cumplicidade, status, conforto, dinheiro, e por aí vai. Só que uma relação saudável deve ter todos os seus setores em harmonia, se um destoa mais do que outros pra ruim, isto deve ser visto e resolvido.

Se a pessoa é possessiva, suma – há aqueles que não aceitam o fim da relação e o melhor é colocar um ponto final e não atender mais o telefone. Suma mesmo e com o tempo ela vai esquecer. Machuca, mas é por seu amor próprio.

Se não tem mais amor, melhor – Já tentou de tudo, conversou, dialogou, mudou comportamento e nada? A solução é terminar, ninguém é dono de ninguém, nem deve ter medo em terminar um relacionamento, ainda mais quando ele é complicado. Cada um deve amar a si mesmo acima de tudo. Se a relação só traz sofrimento, seja ele físico ou psicológico, é partir para outra. Não há nada que o tempo não cure. Dê o tempo para si mesmo, vá estudar, fazer um curso que queria, retomar as amizades, pois a vida é muito simples e quem quiser complicar passe adiante.

___

Fonte: relacionamento.org

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.