Como tirar o melhor de situações difíceis e vencer obstáculos



Independentemente das escolhas que fazemos na vida, encontraremos adversidades ao longo do caminho. Mesmo que pareçam pontos negativos e apenas dor, os problemas são elementos naturais para o nosso crescimento pessoal. No entanto, a maneira como decidimos vencer obstáculos fará a diferença, se eles serão sofrimentos ou oportunidades de renascimento.

Para entender como as adversidades influenciam a sua jornada, basta responder questões simples, como: quando algum problema ocorre, como eu reajo? Fico sentado, lamentando, ou busco a solução? Resolvo “esperar” o turbilhão passar, ou vou à luta para seguir em frente e mudar o final dessa história?

Quando você escolhe ficar parado, além da sensação de fracasso, perde a grande oportunidade de mudar sentimentos, atitudes e sua postura perante a vida. Um obstáculo, por menor que seja, é um momento importante para reavaliar sua jornada e alterar o rumo do seu destino.

Estar em um problema e buscar a solução o obriga a refletir, ponderar e mudar (se preciso) uma série de pontos em seu interior para enfrentar aquela adversidade. No final, a resolução é secundária: o momento virou um maravilhoso exercício para superar fraquezas profundas que o impediam de ser verdadeiramente feliz.

Continue a leitura e veja como transformar as adversidades em aliadas poderosas para seu crescimento e consolidação de uma vida mais plena e feliz!

Atitudes para fazer você vencer obstáculos

Mesmo que você tenha decidido vencer todos os obstáculos que aparecerem em sua vida, saiba que o primeiro passo é ter paciência e capacidade de entender que uma mudança de postura é construída gradualmente. Isso porque é preciso ter prática para enfrentar as adversidades de forma positiva e objetiva — o que requer tempo.

Além disso, aos poucos, percebemos que as ferramentas para superar quaisquer problemas estão dentro de nós. Portanto, acredite em si mesmo e siga as dicas, abaixo, para encontrar a chave necessária para a resolução de qualquer desafio que aparecer em sua vida!

Dicas para tirar o melhor de situações difíceis

1. Desapegue do problema

Um dos principais erros para solucionar um problema é focar toda a sua energia nele. Parece contraditório, mas o fato é que, quanto menos depositarmos nossa atenção na questão, melhor fluirá a energia dentro de nós para achar uma “saída”.

ideal é concentrar apenas 20% do seu tempo no problema, desapegando-se dele e focando nas alternativas para modificar a situação. Você já reparou que quando estamos preocupados, a tensão parece “bloquear” nossa mente para boas ideias?

Portanto, somente com uma mente mais relaxada somos capazes de ser criativos e de achar a resposta para nossas demandas interiores. Além disso, quando ficamos demasiadamente apegados a uma dificuldade, temos a tendência de aumentá-la, podendo até parecer que não há uma solução.

E desânimo e frustração são grandes barreiras para ultrapassar obstáculos.

Outra dica é não ficar julgando ou condenando o problema, por mais difícil que seja, na prática. Como vimos, o que torna uma situação fonte de sofrimento ou aprendizado é o nosso ponto de vista. Portanto, seja flexível, veja a adversidade com uma perspectiva mais leve e positiva, para encontrar, assim, os elementos necessários para obter ânimo e motivação.

Se for preciso, recorra a exercícios para tranquilizar a mente e manter-se bem-disposto. Podem ser meditação, técnicas de respiração, atividades físicas etc — o que importa é achar a melhor forma para manter o seu organismo livre de sentimentos negativos, como medo e insegurança.


2. Seja resiliente

Resiliência é um termo oriundo da física e que significa a capacidade que alguém adquire em lidar com situações adversas de forma positiva, sem se desequilibrar emocionalmente. O melhor é que essa habilidade pode ser desenvolvida e traz muitos benefícios para a vida de quem a pratica.

Não é a toa que a resiliência se tornou uma das principais qualidades esperadas em grandes líderes, pois ela impulsiona a capacidade de enfrentar crises e situações de estresse com serenidade e inteligência emocional.

Em outros termos, é o saber lidar com os imprevistos, sem a ansiedade de querer manter o controle sobre todas as coisas, ao menor sinal de um rumo diferente do que havia sido planejado.

É importante salientar que o principal objetivo da postura resiliente não é tornar-se passivo diante dos problemas, aceitando tudo de forma cômoda. Mas criar um fortalecimento e paz interiores, mantendo seus sonhos oxigenados enquanto você busca um novo caminho para realizá-los.


3. Pare de se comparar com os outros

Comparar-se com os outros, na maioria das vezes, é um grande mecanismo para se sentir infeliz e incapaz. É uma atitude que desencadeia, em longo prazo, transtornos como o complexo de inferioridade, que não auxilia em nada na sua motivação para superar obstáculos.



Pelo contrário, ao viver se comparando com outras pessoas, você dispende energia para entender como a pessoa lida com os problemas dela, ao invés de olhar diretamente para suas próprias questões e achar a saída ouvindo sua intuição, por exemplo.

Lembre-se de que todo mundo tem qualidades e defeitos e que, ao nos compararmos, é comum enxergarmos sempre o melhor do outro e o pior de nós. Foque, a partir de agora, em suas qualidades e fortaleça-as, acreditando mais em si.

E quando surgir novos obstáculos, entenda que você é tão capaz de ultrapassá-lo quanto qualquer ser humano ao seu redor. Tudo começa na mudança de atitude mental!


4. Fortaleça o seu interior 

Se os sentimentos negativos geram desequilíbrio ao organismo, é essencial aprender a controlar as emoções e manter uma visão positiva perante a vida para que, na ocorrência de adversidades, você seja capaz de enfrentá-las de forma certeira.

Isso é importante, inclusive, para que se torne capaz de observar em quais pontos deve mudar para não repetir os mesmos erros. É como se fosse preciso construir um castelo resistente aos “ataques” externos, mantendo a salvo sua paz de espírito e seu equilíbrio emocional.

A questão é que, para isso, você precisa ter autoestima e autoconfiança fortalecidas para não se deixar abalar nos momentos de dificuldade.

Essa “fortaleza interna” é algo construído gradualmente, a cada aprendizado e exercício perante os problemas. Procurando agir com mais tranquilidade e cabeça fria, passamos a enxergar cada obstáculo como um pequeno degrau para vencer e se conhecer melhor.

Uma dica é investir no autoconhecimento com o objetivo de modificar a relação consigo mesmo, descobrindo seus pontos fortes e suas fraquezas, evitando, assim, caminhos que levem à infelicidade e insucesso.

Além disso, quando passa a se conhecer melhor, a pessoa adquire as qualidades necessárias para alcançar seus sonhos, melhorando até mesmo a relação com o outro: sabendo onde queremos chegar, tornamo-nos mais otimistas e motivados, resultando em um “eu” mais generoso, feliz e estimulado a colaborar socialmente.


5. Reinvente-se a partir de agora

Na maioria das vezes, obstáculos ou problemas surgem em nossa jornada como um “empurrão” do universo para mudarmos algo dentro de nós e, consequentemente, na nossa vida.

São as chances que temos — se olharmos por um ângulo positivo — de traçarmos um novo rumo, reinventando a nossa jornada pessoal, espiritual, profissional.

Portanto, aproveite o momento para avaliar se você quer continuar nesse caminho e se tem sido feliz com a rotina que está levando. Na verdade, nascemos com a premissa de evoluir sempre — e uma vida sem mudanças vai perdendo o sabor, não é mesmo?

Nesse contexto, quando encontramos obstáculos, de qualquer natureza, que nos obriga a pausar e refletir, é também um momento maravilhoso para iniciar um processo de reconstrução. De rever pensamentos, palavras e atitudes e fazer coisas novas, ou as mesmas de antes, só que melhores e com mais felicidade.

Renascer é oportunidade de sorrir mais, celebrar mais, estar alegre, sentir-se seguro e confiante e, acima de tudo, evitar erros que o levem ao mesmo caminho de infelicidade de outrora. Também é o momento de se perguntar se você deseja continuar sua jornada com as mesmas pessoas, no mesmo local de trabalho ou de moradia e se o seu propósito de vida mudou.

Em resumo: o que você quer ser daqui para frente! Por isso, não hesite em reinventar-se nessa fase de transição! Se for preciso, feche os olhos e imagine-se em uma nova realidade na qual você gostaria de viver, após vencer obstáculos e sentir-se realmente feliz. E atraia esse novo “eu” com coragem e determinação!

Gostou do artigo? Então, assine agora mesmo nossa newsletter e continue recebendo mais textos capazes de trazer um novo olhar sobre sua vida!


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: pandorapictures / 123RF Imagens






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.