Desenvolvimento PessoalO SegredoVida Plena

Como transformar os nossos sonhos em realidade

Até que ponto é que o Universo conspira a seu favor?



 

Muitas vezes ficamos frustrados devido ao longo caminho que temos de percorrer a fim de concretizar os nossos desejos. A frase popular diz “A vida é difícil” o que há de verdade nisso? Realizar sonhos envolve sofrimento muita luta e dor? Qual é a tua opinião?

Quando olhamos ao nosso redor podemos verificar que muitas coisas que desejávamos já são uma realidade mas ao mesmo tempo aquelas coisas que não queríamos, também existem na nossa vida… Qual é a razão disto acontecer, existe um destino que controla a nossa vida ou somos nós os únicos responsáveis dela? Por experiência própria e por tudo aquilo que já aprendi posso garantir-lhe que só existe um responsável pela nossa vida e esse não é outro senão nós mesmos!


Sendo assim os nossos desejos dependem apenas de nós! No entanto há algo que precisamos entender antes de começar sonhar… O que conta não é o nosso desejo mas sim as nossas crenças aquelas que estão bem arraigadas dentro de nós, por exemplo se eu desejo ter um trabalho melhor, mas ACREDITO que não tenho capacidades para ele, então o meu desejo não se cumpre. Outro exemplo poderia ser no caso de desejar emagrecer, se enquanto se queixa que tem peso a mais continua ACREDITAR que o seu problema é GENÉTICO E POR ISSO NENHUMA DIETA LHE FUNCIONA, então dificilmente perderá peso.

Se queremos realizar os nossos sonhos precisamos :

1. Conhecer bem as nossas crenças! Aquilo que acreditamos determina as nossas escolhas e por sua vez, determina a nossa vida.

2. Organizar os sonhos! Muitas vezes um sonho não esta em harmonia com outro sonho. Por essa razão não se cumpre.  Se é uma pessoa muita apegada á família e a sua terra, dificilmente aguentaria a vida de emigrante. Neste caso precisa estabelecer prioridades! O que é mais importante para mim, emigrar ou estar perto da minha família e da minha terra?


Outro exemplo poderia ser, sonhar com ter uma quinta com um terreno muito enorme,  muitas arvores e uma grande quantidade de animais… Mas ao mesmo tempo deseja ter uma vida tranquila sem grandes responsabilidades, e poucas despesas… Uma coisa não combina com a outra!

Quando os nossos sonhos não estão em harmonia o que conta são as nossas crenças, ou seja que se alguém não quer despesas nem grandes responsabilidades provavelmente vai morar numa casa pequena e vai ter um salário baixo, porque dentro do seu inconsciente esta é a crença que prevalece e esta vai determinar a sua vida! Muitas vezes quando não se organizam os sonhos talvez alguém que que tenha sonhos que não estão em harmonia acabe por realiza-los mas neste caso não será feliz.

Imagine alguém que sonha com casar com alguém muito dedicado e carinhoso alguém com quem compartilhar momentos de felicidade, construir uma vida juntos e viverem um para o outro. Mas depois apaixona se por algum que tem outra família, outra vida já estabelecida… se chegar a concretizar os dois sonhos é provável que não seja feliz porque a outra pessoa talvez se sinta culpada e viva dividida entre uma família e a outra.

Aqui não estamos a falar de divórcios mas sim de pessoas que insistem em estar com alguém que já tem outra família.


Para realizar os nossos sonhos precisamos então de organizar os nossos desejos mais íntimos e perceber qual deles é o mais importante. A harmonia do sonho com as nossas crenças é essencial para transformar o nosso sonho em realidade.

Depois disso vem o 3º ponto

3. Trabalhar no nosso sonho! Não basta sonhar, é necessário encontrar estratégias para que o nosso sonho tenha pernas para andar…

se quero comprar um Renaul Captur novo, sei que preciso de pelo menos 18.000 Euros, se só tenho 5.000 e não quero fazer credito, provavelmente este é um sonho possível mas a longo prazo, preciso organizar o meu orçamento mensal e perceber que se eu poupar X durante X meses, vou poder compra-lo em X tempo… ou talvez o meu avo me possa dar X e o meu pai mais outro X e então já posso compra-lo mais rápido.


As estratégias para alcançar um sonho devem ser escritas num papel, a lapis para ir corrigindo ou acrescentando novas ideias.

Os milagres vão acontecendo quando trabalhamos no nosso sonho, encontramos as pessoas certas, as oportunidades e tudo flui. O Universo conspira a seu favor!

4. Preste atenção aos sinais! Um sinal muito importante é aquilo que sente quando pensa no seu sonho, lembro-me que há uns tempos tive um sonho que cada vez que pensava nele tinha vontade de chorar, mexia muito comigo, ficava arrepiada e deprimida, nunca liguei ao que sentia, até que percebi que aquele sonho não era bom para mim porque não estava em harmonia com as minhas crenças e prioridades na vida. Quando um sonho é bom para nós, pensar nele da-nos paz e alegria e nunca pode fazer-nos sentir um medo extremo. As vezes podemos ter uma sensação de medo devido a mudança que o nosso sonho pode significar, mas isso é totalmente normal,  mas se se sentir triste e sentir pânico, PRESTE ATENÇÃO AOS SINAIS!

5. Por ultimo, ACREDITE! Desanimar quando algo corre mal não ajuda a construir o seu sonho, já sabemos que há dias emocionantes em que tudo corre muito,  bem mas depois há aqueles dias que parece que o mundo cale sobre nós… não desanime e espere os outros dias aqueles em que o sol brilha. Se deseja encontrar aquele trabalho perfeito para si, lembre-se que enviar o seu currículo pode não ser suficiente, é melhor marcar uma entrevista diretamente, hoje em dia as empresas são inundadas com currículos diariamente e todos muito interessantes por isso vá e mostre que é a pessoa certa para aquela vaga.


No entanto é bom abrir-se a outras possibilidades e não ficar a espera apenas da resposta de uma empresa. Muitas vezes onde menos pensamos está a melhor oportunidade. como costumamos ouvir, AQUILO QUE É PARA NÓS,  NINGUÉM NOS PODE TIRAR!

Acredite em si e no seu sonho, esteja atento aos sinais, trabalhe no seu sonho, organize as ideias e conheça bem as suas crenças e desta forma vai conseguir transformar em realidade os teus sonhos.

 


Como gerir os conflitos familiares

Artigo Anterior

É possível começar do zero sem ferir os outros?

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.