publicidade

Comparar-se é a chave para a infelicidade…

O escritor Oscar Wilde escreveu em O Retrato de Dorian Gray que “Definir é limitar”, eu arrisco dizer que comparar pessoas é muito pior que definir e tem efeitos muito maiores que limitar, quando comparamos pessoas de qualquer forma que seja estamos descaracterizando tudo o que aquela pessoa é e tudo o que ela construiu na formação do seu ser.



E o ato de nos compararmos a outras pessoas é um caminho só de ida em direção à frustração, quando fazemos isso esquecemos que elas possuem histórias, meios sociais, familiares e os mais diversos fatores de vida diferentes dos nossos, e isso interfere na pessoa que somos hoje.

O seu cérebro é extremamente eficaz e ele obedece ao que você pede, então quando você se compara negativamente a outra pessoa ele vai buscar provas na sua memória de que aquilo que você está propondo é verdade, então ele vai buscar situações no seu passado que comprovem isso que você está comparando, por mais absurdas que sejam essas comparações, e com o passar do tempo elas vão parecendo fazer sentido, pelo simples fato de que você está dizendo para si próprio que elas são reais.

O maior problema dessa situação é que dessa forma você acaba subjugando seus esforços e qualidades, e começa a se ver como uma pessoa cada vez pior e menos valorizada, então os objetos de comparação, ou seja, as outras pessoas parecem cada vez maiores e melhores enquanto nós nos tornamos cada vez menores, e quanto mais você repetir esse processo pior você se sentirá.


Nas redes sociais podemos observar isso com muita facilidade, quando as pessoas expõem vidas perfeitas, através fotos de bonitas em lugares incríveis, com fins de tarde em cafés chiques, trabalhos maravilhosos e jantares de luxo. Não quero dizer que isso é errado, porque não é, não podemos esperar que as pessoas fiquem expondo as mazelas de suas vidas para que todos vejam, eles vão expor as coisas boas mesmo, só que muitas pessoas se sentem muito mal ao ver essas “vidas perfeitas” e ficam se perguntando: “Por que eu não posso ser assim?”. Mas o fato é que não podemos nos comparar a essas pessoas, pois elas não representam nossa realidade, nós somos pessoas diferentes, com vidas e histórias únicas.

Então eu lhes digo, parem de se comparar a casos mirabolantes como: “Jovem de 14 anos recebe bolsa para Harvard”, “Homem de 22 anos funda Startup milionária”, ou mesmo com aquele seu vizinho que fez uma faculdade tal e hoje tem um emprego não sei onde, porque vocês não são essas pessoas, se comparem a vocês mesmos sempre, e simplesmente tentem ser melhor hoje do que foram ontem e melhores amanhã do que são hoje, isso já é mais que o suficiente.

Porque é indubitável que comparações podem destruir uma pessoa, o que ela é e a sua autoestima, então comparar-se é a chave para ser uma pessoa infeliz e insatisfeita, pois nada nunca será o bastante para você, porque por mais que consiga chegar ao mesmo lugar que a pessoa que se comparou ontem, você vai acabar encontrando outra pessoa para se comparar amanhã, e quando abrir os olhos terá gasto sua vida correndo atrás da meta de outras pessoas só para se parecer com elas e viver uma vida como a delas, o que nunca acontecerá já que você não é como elas e elas não são como você, e no fim nunca terá ido atrás do que é importante, alcançar as coisas que realmente quer para sua vida.


Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.