publicidade

Compartilhe o que te faz bem!

Compartilhe o bem! Muitas publicações chegam trazendo mensagens que estávamos precisando ler para nos ajudar a levantar a autoestima. Trazem alegria e esperança aos nossos corações.



Quem nunca recebeu mensagens pelo WhatsApp, que sugere compartilhar com amigos e os grupos que participamos?

Na internet solicitamos e recebemos solicitações de amizade. Participamos de grupos que seguimos no Facebook, Instagram e WhatsApp. Aceitamos as solicitações de amizade e somos recebidas nos grupos que temos algum interesse em comum.

Curtimos as publicações, comentamos e publicamos memes e artigos que consideramos que os amigos vão gostar de ver e ficamos monitorando quantos amigos gostaram de nossa publicação e comentaram deixando seu like.


Muitas publicações chegam trazendo mensagens que estávamos precisando ler para nos ajudar a levantar a autoestima. Trazem alegria e esperança aos nossos corações.

Amigos publicam artigos que fazemos questão de compartilhar em nossa linha do tempo para ter em nossos arquivos ou enviamos em mensagens para aqueles que sabemos que vão gostar de ler.

São vários os amigos virtuais que são também amigos próximos e ainda fazem parte de grupos de família, do trabalho, da escola, da igreja, do clube e curtem assuntos específicos. Nos grupos compartilhamos experiências, fotos, mensagens, marcamos compromissos.

Nossas relações virtuais são muito intensas. Nós nos envolvemos em discussões e sofremos com dramas dos amigos. Pedimos opiniões e conselhos aos amigos.


Enquanto ampliamos cada vez mais nossa rede de amigos virtuais, nossas relações reais, ou presenciais, estão cada vez mais distantes e enfraquecidas.

Sequer conhecemos nossos vizinhos do mesmo condomínio e não cumprimentamos os funcionários do prédio em que vivemos. Raramente encontramos os familiares pessoalmente e no trabalho mal conversamos com os colegas.

Enviamos mensagens de bom dia para pessoas que nunca vimos e não cumprimentamos as pessoas que lidamos todos os dias. Vamos aderir à campanha de “compartilhe o que te faz bem“.

Seguindo o exemplo virtual, vamos fazer uma corrente. Compartilhar coisas boas com as pessoas com quem convivemos.

Aquele bom dia que recebeu na mensagem do WhatsApp? Compartilhe com as primeiras 10 pessoas que você encontrar. Compartilhe com todos os colegas de trabalho as gentilezas que receber.

Vamos trazer para a vida real as mensagens que gostamos de receber na internet. Vamos encontrar os grupos da família, dos amigos e vamos manifestar o nosso like. ❤?


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123RF Imagens.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.