8min. de leitura

Conecte-se com o seu mestre interior. Ouça-o por meio da sua intuição…

Muitos ensinamentos milenares, passados de geração em geração, trazem à tona a necessidade de nos conectarmos com nosso mestre interior.   


Toda manhã, um novo dia nasce e mais uma vez somos desafiados a lidar com o que se apresenta em nossa rotina. Muitos ensinamentos milenares, passados de geração em geração, trazem à tona a necessidade de nos conectarmos com nosso mestre interior.

Nós, terapeutas, sabemos que a cura de qualquer doença passa primeiro pela necessidade de sua aceitação para que possa ser integrada em nosso coração sagrado, nosso centro de alma, onde habita nosso mestre interior, então, sendo devidamente acolhida, e colhido então o seu ensinamento, caberá depois a esse mesmo mestre interior dissolvê-la, e a cura ocorrerá.

Quando a cura não ocorre, a doença apresentada manifesta complicações as mais diversas, por isso a chave de acesso a qualquer tipo de abundância em nossa vida, seja ela a proporcionar saúde física ou abundância material, e melhor ainda seria um fluxo abundante em todas as áreas da nossa vida, sempre foi a capacidade de acessar nosso mestre interior, necessitando para isso empreender uma caminhada espiritual rumo às mais mágicas descobertas em nosso próprio mundo íntimo.


“Eu sou!”

Toda pessoa possui um mestre interior, esse mestre é o que chamamos de “eu sou”, ou seja, nosso centro de alma, nosso coração sagrado, coração esse que diz respeito ao nosso lado mais elevado, à nossa essência divina que nos acompanha desde o nosso nascimento de alma. Sábia essência que, se permitirmos, nos conduz sempre pelas melhores estradas.

Escutando esse mestre por meio da nossa intuição, fazemos escolhas mais sábias, pois são condizentes com a nossa melhor versão sempre. Resumindo: é essa vozinha positiva da consciência, instalada em sua mente, induzindo você a fazer melhores escolhas, escolhas essas que conduzirão você a melhores caminhos. Sempre que for aceita e integrada a importância dessas escolhas, os resultados serão presenciados.

Assim como falamos sobre cura, todos os nossos aspectos negativos que forem aceitos e integrados em nosso centro do coração podem ser transmutados quando reconhecidos e aceitos como aspectos a se trabalhar, expandindo assim nosso ser em sabedoria e amor, ocorrendo então o processo de evolução humana.


Vivemos um tempo desafiante para nós, sociedade, em que nossas sombras mais íntimas são expostas para então ser possível a cura. Primeiro elas vêm à tona para ser reconhecidas, e como no processo de cura já mencionado, possam ser transmutadas, por isso é tão importante a conexão com o mestre interior, porque é alívio e saída para a alma humana.

A construção de um novo ser exige substituição, ajustes.

A evolução humana ocorre quando tiramos tudo o que não acrescenta nada a nós para colocar na receita da construção do nosso novo ser somente o que nos é positivo. Esse sempre foi o segredo da felicidade. Dessa forma, aos poucos, vamos trocando velhos hábitos, velhas maneiras de fazer as coisas por novos ajustes, novas formas de encarar a vida, novas posturas. Isso nos possibilita um novo descortinar de caminhos, com o alcance de novos horizontes antes encobertos pela nossa falta de permissão, para que o novo pudesse se instalar.

Todo processo, não importa em qual fase da vida você se encontre, resume-se essencialmente à aceitação ou à permissão.

Longos momentos de inércia sem entendimento de suas causas, ou muito movimento que gere exaustão extrema, durante longos períodos, desencadeando doenças, são características de desequilíbrio em nossa vida. Esses momentos estão a nos dizer se estamos ou não estamos aceitando algum aspecto nosso que precisa ser trabalhado, o qual ficou visível em alguma situação apresentada a nós. Tal aspecto, para que possa ser integrado e devidamente absorvida a sua lição, e então transmutado, resulta em abertura de novos caminhos.

Pode ser que não estejamos simplesmente permitindo que tudo flua, nossas emoções, nossos sentimentos, nossas atitudes, para a resolução dos nossos desafios. Só lembrando que, se tudo é excesso ou falta, usar de nossa sabedoria interna do coração, nosso mestre interior, será essencial.

Esse é o segredo de uma vida feliz: utilizar a sabedoria inata e divina presente em nós, acessada pela nossa intuição.

Assim conseguimos perceber que, se há excesso ou escassez em algum aspecto de nossa vida, é porque nós estamos pensando assim, estamos utilizando a lei da atração para atrair, cocriando esse excesso ou essa escassez.

Escutar o nosso mestre interior se torna fácil quando induzimos nossa intuição por meio de processos de meditação ou processos em que utilizamos nossa criatividade, como em alguma área das artes, como abordei em meu último texto: “Aprenda a reconhecer os sinais que o Universo envia em sua direção’’, disponível para leitura também aqui no site O Segredo.

Nem sempre precisamos tomar realmente alguma atitude. Quando digo isso, quero dizer que, se temos escolhas, quando escolhemos não tomar uma atitude, ou seja, não agir perante determinadas situações, esse comportamento também é uma escolha. Fazemos escolhas o tempo todo, dosar nosso tempo, para que seja possível a reflexão correta, para a tomada de decisão, é imperativo para aquele que deseja se aproximar de uma vida mais feliz. Somos felizes quando escolhemos ser felizes, então fazemos boas escolhas porque queremos manter essa felicidade.

O segredo da vida sempre foi saber dosar, para que tudo possa fluir e se conectar com o equilíbrio, que é o que fará, afinal, uma intuição maior ainda desabrochar.

Com uma intuição maior desabrochada, tudo seguirá um curso mais tranquilo, pois essa intuição governará nossa vida, gerando autoestima e paciência. Porque é um processo que alimenta nossa fé. Dessa forma, eu passo a confiar mais na sabedoria divina, inerente à vida, e me aproximo mais de mim mesmo(a).

Esse mestre interior está disponível no aqui e agora, ele também está acessível sempre que nossa melhor intenção ganha a cena em nossa consciência, pois o amor é sempre o passaporte para acessarmos o nosso interior e garantirmos a nossa evolução.

Quem valoriza a vida humana pratica a atitude mais sábia que existe. O amor é o que nos torna imortais!

No amor, constrói-se e edifica-se, ergue-se uma consciência plena de paz e harmonia, com o desejo de compartilhar as conquistas felizes com o resto da humanidade. Assim como dizem, e é verdadeiro, quem muda a si mesmo faz a sua parte para que uma mudança ainda maior possa ocorrer no mundo.

Torne-se seu próprio mestre, conecte-se com o seu mestre interior! Não há mais nada a dizer!

Namastê! O Deus que há no meu coração saúda o Deus que há no seu coração.

 

Coração Galáctico para o site O Segredo.

 

Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123RF Imagens.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.