ColunistasMotivaçãoVida Plena

Confia na vida!

Desapega dessa desconfiança. Solta o controle. Liberta esse pessimismo.



Deixa seu coração falar. Agarra essa vontade que tá aí dentro. Acredita em você. Olha pra dentro e repara na força que você tem. Depois olha pra fora e percebe como a vida é grandiosa, como o universo é abundante e como não existe absolutamente NADA te segurando ou te impedindo de viver.

Do que você tem medo? De tentar? De pedir? De conseguir? De não estar preparado?

Ninguém nunca está preparado para nada. Você pode passar quatro anos indo para a faculdade todos os dias estudar uma profissão, mesmo assim nos seus primeiros dias (ou semanas, ou meses) de trabalho você vai ter que aprender tudo. Você pode já ter sofrido várias perdas, mas nunca estará preparado para a próxima. Você pode ler todos os livros de maternidade que existem, quando seu primeiro filho nascer ele vai te ensinar milhões de coisas que você ainda não sabe.


CONFIANAVIDA-FOTO01

Consciente da imprevisibilidade e da impossibilidade de preparo para a vida, você escolhe: vai confiar ou vai ter medo dela? Vai se esconder ou vai encarar? Vai se arriscar ou vai continuar acreditando na doce ilusão de que você tem algum controle?

Se quer a minha opinião, lá vai:

Arrisca. Acredita. Confia.


Confia na vida que a vida também vai confiar em você e te dar o que há de melhor.

Confia que há coisas muito boas apenas esperando que você vá buscá-las.

Desconecta dessa desconfiança e se conecta com a fé.

Entra em sintonia com a energia do caminho que você quer seguir.


Deixe-se guiar pela sua verdade, pela sua vontade, pelo seu sonho. Se o medo aparecer, pega ele pela mão e arrasta junto com você. Diz pro medo que ele pode ficar, mas deixa bem claro que quem manda aqui é o amor.

CONFIA NA VIDA-FOTO002

Tem uma frase famosa do Professor Hermógenes que eu uso como um mantra quando sinto que estou desconectada da minha fé. Ela diz: “Entrego, confio, aceito e agradeço”. Mas eu me permito acrescentar mais uma vírgula: Entrego, confio, faço a minha parte, aceito e agradeço.

Acrescento isso porque acho impossível separar energia e ação. Não tem como eu confiar na vida e praticar ações que não condizem com isso ou, pior ainda, ficar parada esperando que o que quero caia do céu. Se eu quero que a vida entre em movimento de mudança, não é me conectando com energias opostas (inércia, preguiça) que vou alcançar a minha realização.


Então eu repito: confia na vida. Mas confia de corpo, mente e alma. Não só confie no fluxo da vida, mas também entre nele e participe. Mostre para a vida que você confia nela, e ela te confiará todas as suas coisas mais preciosas em retribuição.

Você vai lembrar de mim como a garota que te amou demais

Artigo Anterior

Deixe-se levar… Faz bem!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.