4min. de leitura

Confie em Deus e nos seus planos. Não se entregue, prossiga com fé!

Se o sofrimento está batendo à sua porta, é porque quer lhe mostrar alguma janela.

Se o sofrimento está batendo à sua porta, é porque quer lhe mostrar alguma janela. Ele faz parte da vida de todos nós. De alguma forma vai dar as caras e mostrar a que veio e para onde vai nos levar. Vai nos mostrar que não somos os o único que sofrem e que se olharmos para o lado, veremos gente sofrendo muito mais e com problemas maiores e piores do que o nosso.



O sofrimento é a prova de que a cruz existe para ser carregada.

O sofrimento é a âncora que vai levar o seu barco mar adentro, jogar nos rochedos, enfrentar tsunami, chacoalhar o seu barco, revirar tudo e depois de tanta ventania e desespero, vai mostrar o caminho e dar a direção.

Sem o sofrimento, nós não entenderíamos o que é começar a prova, brigar com ela, vencê-la e tirar nota boa.

Conviver com o sofrimento vai lhe fazer uma pessoa melhor e mais compreensiva. Ele vem para lhe mostrar a diferença entre: ganhar e perder, sorrir e chorar, gritar e sapatear, dormir e não sonhar, ver e não enxergar, escutar e continuar surdo, beber até não aguentar, cair e se espatifar, virar os olhos e estrebuchar, sair e não chegar, deitar e não levantar.


E depois da prova de fogo, vai dar olé, chamar para conversar, vai lhe mostrar como se resolve tudo e lhe mandar prosseguir. Vai mostrar que toda entrada tem saída e que todo problema tem solução.

Ele tem até mesmo o seu momento de glória quando nos faz carregar a cruz, praticando este gesto tão bonito de solidariedade, força, coragem, atitude, compreensão e aceitação.

Ele nos mostra que pedras pequenas e grandes estarão no nosso caminho e que podem rachar e ferir os nossos pés; e que ao longo de toda caminhada, seremos vigiados, abençoados, amados e chegaremos carregados pelos braços do pai.


O sofrimento é a válvula, o motor que nos impulsiona, fazendo a gente andar com as pernas bambas e adquirindo resistência e força para pegar no tranco, pegar velocidade e seguir em frente.

O sofrimento não vai ser seu melhor amigo, mas dará a você a melhor lição de moral.

Vai ser seu melhor professor e dar-lhe as maiores e as mais difíceis provas. Mostrará que, querendo ou não, você vai se virar nos trinta e vai ter que dar conta do recado, do dever e da lição.

Vença o seu sofrimento carregando a sua cruz com coragem, dignidade e disposição.

Confie em Deus e nos seus planos. Não se entregue, prossiga com fé. Vá devagar e sempre com muita complacência, dê tempo ao tempo, o senhor disse: bata à porta que a abrirei, chame que escutarei, peça que lhe darei.

É companheiro. Seja firme e forte, duro na queda, não se entregue, passivo e compreensivo, porque o sofrimento pode ser bravo e aborrecido, do avesso ou mal-entendido, sendo destemido e não preferido ainda é seu amigo.

________

Direitos autorais da imagem de capa: dubova / 123RF Imagens






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.