Consciência eterna no universo quântico

Compreenda a mudança de paradigma existencial no momento de troca de dimensão energética

A consciência não morre. Ela é eterna. Apenas atravessa dimensões quando descarta o corpo biológico. Mas quem é a consciência? Ela é você, eu, somos nós, cada ser vivo ou inanimado do cosmos. A ciência moderna também comprova a existência perene da consciência. Ela estaria alojada em microtúbulos situados dentro dos neurônios do próprio cérebro. Vários estudos demonstram essa realidade.

Ao morrer, você, uma consciência, retorna ao universo, ao estado original de energia primordial. Pensa em um plug de energia conectado a uma tomada. A extensão desse plug somos nós, em uma experiência humana, ligados na tomada que recebe a energia direto da fonte. Quando somos desconectados da tomada, a energia volta para a origem, para o Vácuo Quântico, para a Consciência Universal, Deus.

Quem sou eu?

Eu compreendo a consciência como a personalidade, o self, o ego de cada um de nós. Neste plano denso da matéria, mergulhados em um manancial energético, de frequência e vibração, experimentamos múltiplas sensações da vida terrena. Amamos, sofremos, criamos, construímos, destruímos, passamos momentos tristes e de infinita alegria. Tudo desenhado e arquitetado pelos nossos próprios pensamentos, sentimentos e ações diárias. Afinal, somos cocriadores da realidade, seja de modo consciente ou inconsciente. Ao final da jornada, quando há o rompimento do cordão de prata, filamento energético que liga nosso corpo físico ao etérico, regressamos à Casa do Pai, para experienciar novas vivências interdimensionais, em comunidades de diferente extensão energética, alinhada com a vibração estabelecida pela própria consciência.


Níveis de consciência

Nós devemos compreender ainda que existem múltiplos níveis da consciência ou da personalidade. Eles coexistem e coabitam várias dimensões paralelas. Podem, inclusive, entrarem em ressonância harmônica e novamente se fundirem. Parece estranho, mas existem várias versões de vocês. Uma delas, aparentemente, já morreu ou descartou o corpo físico. Contudo, em alguma outra dimensão energética, segue viva, lúcida e em plena atividade cotidiana.

Devemos compreender que estamos entrelaçados quanticamente. Há o emaranhamento energético eterno de tudo e de todos. Isto nos correlaciona eternamente. O princípio da não-complementariedade atesta essa verdade cósmica. Nada se separa ou se dissocia. Quando deixamos essa dimensão, apenas trocamos de vestimenta vibracional, pois no universo nada se perde, tudo se transforma. A natureza funciona do mesmo modo. A consciência adquire apenas uma nova versão de si, retoma à sua forma espiritual até voltar, novamente, para outra experiência nesta dimensão material.


Expressões singulares

Independentemente do regresso a este planeta ou não, nosso propósito de vida segue o mesmo no universo. Todos somos expressões individualizadas do TODO. Tomamos formas materiais para nos relembrarmos de nossa verdadeira essência espiritual e energética. Esta, de fato, é a nossa missão. Devemos nos elevar espiritualmente e energeticamente para ascender, definitivamente, à Casa do Pai, a fonte da vida, como no exemplo do plug e da tomada.

Nosso papel é exclusivamente esse. Recordar que somos filhos do TODO, expressão máxima do amor do Magnífico Absoluto, e que demos retornar para o Vácuo Quântico, quando voltaremos ao nosso estado natural, de pura energia e de eletricidade divina. Enquanto isso, trocamos de roupa energética, de tempos em tempos, de período em período, de vidas e intervidas. Passamos por infinitas experiências, reencontramos almas, nos despedimos momentaneamente, resgatamos laços e recuperamos contatos na jornada do verdadeiro despertar.


Iluminação do amor

Mas existe apenas uma forma para você atingir toda essa iluminação energética e espiritual. Você deve viver sob a égide do amor, vivenciar e experimentar as diferentes facetas do amor, acreditar no poder do TODO que existe dentro de você, semear a alegria infinita da intuição divina e espalhar o bem, sob toda as circunstâncias e situações. Esta é a sua missão, o seu propósito máximo na estrada evolutiva rumo à reconexão com a Consciência Primária da vida.

Nada se perde no universo, tudo se transforma eternamente. Estamos em um campo mórfico de mutação espiritual. Todos nós estamos juntos, interligamos, somos apenas um. Nunca seremos separados. Estaremos todos juntos em breve. A iluminação da quinta dimensão já chegou e todos os nossos poderes inatos serão ativados para recobrarmos a consciência do TODO, que vibra em cada ser do universo.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123rf / deklofenak



Deixe seu comentário