6min. de leitura

Conta comigo!

#contacomigo – Está doendo: Ela não vai te falar mas queria que soubesse. 

Mas ela era tão feliz. Que estranho não? As pessoas conseguiam vê-la, só não conseguiam ver quem ela era de verdade, só não conseguiam ver o tamanho da ferida, que sangrava e que ela precisava de ajuda.


Lembra quando ela sumiu?  Ela só achava que seria melhor assim, para você. Você era tão bom para ela, e ela não sabia como retribuir.

Lembra quando ela marcava, e desmarcava as saídas? É apenas um dom de pessoas que sofrem muito, elas por muitas vezes querem, querem muito, mas… mas… Muitas vezes nem eles sabem a razão do mas.

Lembra os cortes, e as feridas? É que a dor é a sua zona de conforto, eles conhecem, já são íntimos, e muitas vezes acham que é a única coisa que merecem.


Você  já parou para pensar: “Grande parte das pessoas que pensam em suicídio, não querem morrer, só querem que a dor pare”, idiotice? Fácil falar, difícil sentir, principalmente quando dói, dói desesperadamente, e exatamente nesse momento que tudo acontece.

Quando temos uma ferida passamos uma pomada? Quando estamos com dor tomamos um remédio? Esse é o grande mal da depressão e de qualquer outro transtorno, as feridas são na alma, e sim as pessoas são insensíveis as feridas da alma, como não se ver, não se acredita que doa tanto, as pessoas são capazes de estar com um lindo sorriso e desmoronando por  dentro. Sei lá, sorrisos enganam muito.

E imagina uma dor, que só cresce, te corrói, não tem remédio. Uns suportam dores mais que os outros, e sei que vai soar estranho, mas depressão é sinônimo de luta e não de fraqueza, e então uma hora cansa, uma hora a força acaba, se a dor não passa, e ninguém lhe é sensível… É nessa hora que você  pode fazer a diferença.


Sentir dói, sentir é sempre difícil, talvez seja fácil julgar quando se acredita em algo, ou tem pessoas ao seu lado, e quando não se acredita em nada?

Quando não se tem ninguém que te escute e acredite que dói? Sua base simplesmente cai? Ou o seu mundo cai? Todos ao seu redor somem? A pessoa que mais amava não volta? Seu para sempre acabou?

Não importa a dor, não te cabe julgar, todos temos uma cicatriz que dói algumas vezes, por várias vezes, tudo dói o tempo todo.

Se você sabe lidar com seus sentimentos, ótimo! Parabéns! Sério, isso é muito bom, mas não desmereça quem não consegue, quando ele se importe demais com algo banal a seu ver, por que é banal para você e para ele não, se não pode ajudar não piore tudo. Todo mundo pode se perder, mesmo que tenha uma bússola na testa, todo mundo pode sofrer, sabia que as coisas possuem significados diferentes para cada um? Isso não é falta do que fazer, falta de Deus, dramatização, ou qualquer outra coisa que te falaram, é apenas Dor! E ele precisa de ajuda, ajude por favor.

Seria bom, se as pessoas procurassem saber, ou apenas falassem: “conta comigo”, conversasse mais, escutasse mais, observasse mais. Quando o sorriso foi embora, quando a presença física é escassa, quando a voz abaixou o tom até quase sumir, quando o olhar é distante,  quando a lágrima caiu. São vários os por quês e talvez você seja um deles. Pergunto-me como seria o mundo se as pessoas amassem mais, ouvissem mais.

Quando alguém tira a sua vida, é sinal de extrema dor, algumas pessoas falam que é falta de amor próprio, mas julgo que é mais falta de amor entre os homens, no mundo, nas famílias, nas relações, enfim. Pois se os homens estivessem menos preocupados com seu orgulho, de ser maior, de levantar as sobrancelhas, e ao invés disso falassem: vem cá o que houve? Porque está assim? Quer conversar? está tudo bem? Tudo mesmo?  Se respeitassem mais uns aos outros, a dor do outro, de entender que não se passa pelo mundo sem se ferir… Talvez a pessoa não fale, mas você fez a sua parte, se perguntar depois, tem certeza que não poderia ajudar? Seria bem pior.

Quem sabe assim, quando a dor for sufocante, quando ela achar que se fechasse os olhos para sempre tudo iria se resolver, no momento que seu peito apertasse com a força de um trator passando por cima, ela lembraria que em algum momento você se preocupou com a dor dela. Porque no fundo ela precisava de alguém que percebesse que tava doendo.

E se ela pode contar com você, comenta #contacomigo. Assim ela poderá não falar, mas irá saber.

__________

Direitos autorais da imagem de capa: oneinchpunch / 123RF Imagens





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.