Comportamento

“Conte comigo.” Elon Musk doa mais de R$ 260 milhões para hospital infantil

4 capa site Conte comigo Elon Musk doa mais de R260 milhoes para hospital infantil

A doação feita por Elon Musk ao Hospital Infantil St. Jude superou a meta de arrecadação de fundos definida pela missão do “Inspiration4”.



No dia 16 de setembro de 2021, o “Inspiration4” foi lançado no espaço. Foi a primeira vez na história que um voo espacial contava apenas com tripulantes que não faziam parte de agências espaciais, e foi operado pela “SpaceX”, considerada a “primeira missão orbital totalmente civil”.

Todos os tripulantes passaram pelo treinamento de astronautas comerciais da “SpaceX”, que incluía até mecânica orbital. Mas além da viagem em si, o “Inspiration4” também tem uma missão filantrópica, e queria angariar fundos para pesquisas para o tratamento de câncer ósseo em crianças, realizado pelo Hospital Infantil St. Jude, em Menphis, nos Estados Unidos.

Elon Musk, também CEO da “SpaceX”, fabricante norte-americana de sistemas aeroespaciais, transporte espacial e comunicações, ajudou a impulsionar a missão do voo espacial “Inpiration4”, fazendo com que a meta de pouco mais de R$ 1 bilhão subisse para R$ 1,2 bilhão.


O empreendedor se comprometeu a doar mais de R$ 260 milhões em uma publicação em seu Twitter, depois que a conta oficial da “Inspiration4” também no Twitter publicou uma mensagem dizendo que eles ainda tentavam atingir seu objetivo.

Imediatamente, Elon firmou seu compromisso fazendo com que ultrapassasse a meta. A missão tinha conseguido arrecadar anteriormente R$ 353 milhões em doações, além de quase R$ 600 milhões de Jared Isaacman, um dos membros do “Inspiration4”.

4 2 Conte comigo Elon Musk doa mais de R260 milhoes para hospital infantil

Direitos autorais: reprodução Twitter/@elonmusk.

O restante da tripulação consistia de Hayley Arceneaux, uma sobrevivente de câncer de apenas 29 anos e médica assistente no St. Jude; Dr. Sian Proctor, de 51 anos, que trabalha como geocientista e artista; e do engenheiro de dados de 41 anos, Christopher Sembroski.


Esses quatro membros da tripulação representavam justamente os pilares da missão: liderança, ocupada por Isaacman; esperança, por Arceneaux; prosperidade, por Proctor; e generosidade, por Sembroski. A ex-paciente e atual médica do St. Jude foi escolhida como a médica-chefe oficial do voo já no fim de fevereiro deste ano.

Hayley foi diagnosticada, segundo informações da People, com osteossarcoma (câncer nos ossos, que afeta braços e pernas) aos 10 anos. Ela passou por uma cirurgia para substituir parte do fêmur por uma prótese interna que poderia ser expandida com o tempo e sem cirurgia adicional. Isso fez da médica a primeira pessoa com uma prótese a ir para o espaço.

Ela ainda explica que, antes dessa missão, nunca poderia se tornar uma astronauta, um sonho que tinha ainda na infância, mas que precisou sufocar com o passar dos anos e com a compreensão de exigências físicas para todos dessa profissão, por isso Hayley revela que a “Inspiration4” se propôs a mudar isso.

 


Direitos autorais da imagem de capa: Depositphotos.

Homem entra em aplicativo de encontros, conhece novo amor e ganha doação de rim

Artigo Anterior

Drew Barrymore e Cameron Diaz exibem beleza natural e são muito elogiadas na web

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.