Pessoas inspiradoras

Corredora medalhista doa par de tênis novos a queniano humilde que sonha em ser esportista!

A esportista peruana deu um show de empatia e solidariedade!



O esporte é uma das grandes ferramentas de transformação de vida, através dele, pessoas que nasceram em condições difíceis, seja de pobreza ou outros tipos de fragilidade, são capazes de encontrar inspiração e esperança, mudando suas histórias poderosamente.

Temos grandes exemplos de esportistas que começaram sua carreira de baixo e conseguiram se tornar os melhores em sua modalidade, conquistando não apenas uma ótima condição financeira, mas também uma vida de sucesso, superação e felicidade.

Aqueles que acompanham as mais diversas modalidades conhecem muito bem o poder dos esportes, no entanto, para que seja efetivo, é necessário que as pessoas tenham oportunidade.


Existem diversos projetos no mundo que buscam aproximar as pessoas em situação de pobreza dos esportes, descobrindo novos talentos e lhes oferecendo o suporte necessário para a construção de uma carreira vitoriosa.

No entanto, muitas vezes, são os atletas já consolidados que oferecem chances poderosas àqueles que estão começando por meio de atitudes de generosidade. Recentemente, uma esportista peruana deu um grande exemplo ao tomar uma iniciativa incrível, que com certeza marcou a vida de um jovem africano.

Gladys Tejeda, uma corredora de longa distância, que conquistou a medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Lima, em 2019, foi ao Quênia para se preparar para os Jogos Olímpicos de 2021.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@tejedaperu.


Como o país africano é referência no atletismo, ela buscou absorver todo o conhecimento que os desportistas locais tinham para compartilhar. Além de aprender, ela também encontrou uma grande oportunidade de ajudar e espalhar o espírito esportivo pelo local.

Segundo contado pelo El Comercio do Peru, a esportista viu que um jovem que sonhava em ter sucesso nos esportes não tinha um tênis adequados para treinar, então, para ajudar, ela lhe deu um par de tênis novos.

Segundo Gladys, ela estava dando o presente ao jovem para que pudesse continuar a treinar e realizar seus sonhos. Sua ação repercutiu em seu país e fez com que o público a admirasse para além do esporte, como um grande ser humano.

Direitos autorais: reprodução/El Comercio.


Esse gesto de empatia fez a diferença na vida dos dois envolvidos. Gladys teve a oportunidade de ajudar alguém com quem divide o mesmo sonho e o jovem queniano ganhou um poderoso apoio de uma atleta de referência. Esse é o poder do esporte. Uma atitude linda de se ver, que esperamos que se torne mais frequente por todo o mundo!

Amigos compraram carro novo para pai solteiro que caminhava 18 km para trabalhar todos os dias!

Artigo Anterior

Jovem conta que madrasta tentou doar sua filha sem permissão, enquanto ela estava grávida!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.