Cortar amarras energéticas!

Certamente que você já ouviu falar de cordas ou amarras energéticas, que nada mais são do que resíduos de energia emocional que existem entre duas pessoas independentemente do tipo de relação entre elas.



As amarras energéticas são apegos à nossa aura que nos ligam não só a outra pessoa, como também a um objeto ou situação.

Se você se tem sentido sugado ou tem o sentimento de obrigação numa certa situação ou relação, então você provavelmente tem cordas energéticas na sua aura.

Algumas destas amarras já vêm de vidas passadas, que não foram ainda resolvidas, e continuam a fazer com que tenhamos os mesmos padrões de comportamento repetitivos.


Se você sente tristeza ou irritação quando pensa num período ou episódio da sua vida, isso significa que há apegos e amarras energéticas na sua aura relativamente a isso. Se teve um trauma ou se perdeu um ente querido e não conseguiu ultrapassar, então essa energia pesada provavelmente está presa na sua aura e impede-o de sentir-se bem.

Todos nós temos este tipo de cordas ou amarras, o que é perfeitamente normal, pois todos somos seres que enviamos e recebemos energia.


Quando interagimos com alguém, estamos sempre a criar cordas de vibração energética e temos tendência a desenvolver energias emocionais nos tecidos do nosso corpo físico, mental e emocional. Em relacionamentos difíceis, abusivos ou de co-dependência, haverá sempre energia negativa para libertar. Quando estivermos prontos para deixar e libertar essas energias e situações para trás, podemos cortar as cordas energéticas para facilitar o processo de libertação.

No entanto, cortar as amarras energéticas não interfere de maneira nenhuma com o desfecho da relação ou situação. Se não estiver nos planos divinos o fim da relação, por exemplo, isso não vai acontecer. Cortar as cordas energéticas é apenas uma ferramenta para ajudar a remover, dissolver e curar as energias velhas do passado, ou seja, energia emocional destrutiva que se alojou na nossa aura na sequência de determinada relação ou acontecimento. Isto faz com que a situação se cure e que a relação tome novos rumos.

Mas que novos rumos? Em relacionamentos amorosos, muitas vezes estas novas direções são com as duas pessoas a caminharem juntas com as energias curadas e renovadas e outras vezes é cada um a caminhar por si em caminhos diferentes. No fundo, cortar as amarras energéticas significa libertar o passado e o modo como as energias velhas atuaram em nós, de modo a encontrarmos paz, equilíbrio e seguirmos um novo rumo.

Podemos cortar as cordas energéticas com o autotratamento de Reiki ou com a ajuda de um terapeuta.


Podemos igualmente invocar São Miguel Arcanjo para nos ajudar com a cura, seguindo os passos abaixo indicados:

1. Sente-se confortavelmente e relaxe com respirações profundas;
2. Invoque São Miguel Arcanjo e peça: «São Miguel Arcanjo, por favor ajuda-me com este processo de cura. Corta as amarras energéticas entre mim e …. (dizer o nome da pessoa) que já não servem mais o nosso propósito de vida. Cura os nossos corações e dá-nos forças para continuarmos a jornada da vida. Assim seja. Amén.»
3. Agradeça à luz divina e descanse.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.