Comportamento

Cozinheiro expõe as condições de trabalho em um restaurante: “Merecemos algo melhor”

capacozinheiro expoe as condicoes de trabalho em um restaurante Merecemos algo melhor
Comente!

Um vídeo compartilhado nas redes sociais que mostrou as condições de trabalho dos funcionários de um restaurante tem ganhado a atenção do público nos últimos dias.

A dignidade no trabalho é um conceito que, por muito tempo, não esteve presente em nosso vocabulário. Desde a época da escravidão, muitas pessoas foram condicionadas a pensar que o trabalho é uma espécie de sacrifício pessoal que fazemos em troca de dinheiro. Portanto, como precisamos do salário, temos de nos submeter a qualquer coisa que os empregadores exigirem.

A organização atual da sociedade também ajuda a propagar essa ideia e, motivados pela necessidade de dinheiro, é comum que sempre ofereçamos mais do que aquilo pelo qual somos pagos, muitas vezes, alimentando um ciclo vicioso de exploração por parte dos empregadores.

Não é raro encontrar empresários que colocam os lucros de seus negócios acima de qualquer coisa, até mesmo do bem-estar e segurança de seus funcionários. Sua ganância pode colocar os seus colaboradores em risco e é a causa principal de muitos processos trabalhistas no Brasil e no mundo.

Por muito tempo, esse tipo de exploração foi mantido em segredo por ambas as partes, mas nos tempos atuais, em que os direitos dos trabalhadores têm sido muito mais respeitados e valorizados, os funcionários encontram as mais diversas maneiras de serem ouvidos.

Nesse sentido, as redes sociais têm sido algumas das ferramentas mais procuradas, porque costumam oferecer um retorno mais rápido, forçando os patrões a dar atenção aos seus colaboradores.

Nos últimos dias, um cozinheiro usou as redes sociais, mais especificamente o seu perfil no TikTok, para fazer uma espécie de protesto contra as dificuldades que ele e os colegas de trabalho estavam enfrentando no restaurante em que atuam.

Nestor Consuegra mostrou, por meio de um vídeo, as condições de trabalho vistas como desumanas que encaram no dia a dia, especificamente na hora de se alimentar durante o expediente.

As filmagens mostram os funcionários da cozinha agachados, comendo com muita rapidez e de maneira extremamente desconfortável, como se não pudessem tirar nem sequer 5 minutos para se alimentar de maneira adequada.

Além disso, é possível perceber que o cardápio oferecido ao grupo é precário, incapaz de lhe proporcionar condições para exercer um trabalho tão cansativo, que é o de cozinhar.

Na legenda da publicação, o homem escreveu: “Os chefs merecem mais, vamos trabalhar juntos para dar aos chefs pausas adequadas e tempo para comer”. Em pouco menos de um mês, o vídeo já soma mais de 7,4 milhões de visualizações, além de mais de 550 mil curtidas e 4 mil comentários.

É possível testemunhar uma chuva de solidariedade com os chefs, especialmente porque muitas pessoas que frequentam restaurantes não fazem ideia do sufoco que esses funcionários passam para que todos os seus pratos cheguem impecáveis às mesas.

Alguns usuários aproveitaram a publicação de Consuegra para contar as próprias experiências em restaurantes, e parece que essa cena é recorrente, já que “os clientes sempre têm razão” e os empregadores não parecem ser muito atenciosos.

Nos comentários, diversas pessoas disseram que há até mesmo funcionários que não comem durante o expediente porque seus patrões os proíbem, ainda que a lei os ampare.

A publicação do chef é uma porta aberta para todos esses profissionais falarem um pouco mais das dificuldades que enfrentam na rotina de trabalho, que poderia ser muito mais tranquila se eles pudessem contar com o respeito e a consideração de seus empregadores.

Comente!

Como lidar com a difícil tarefa de cuidar das nossas mães como elas cuidaram de nós

Artigo Anterior

Homem viraliza ao narrar engarrafamento que ele mesmo provocou no Rio de Janeiro

Próximo artigo