Creches inovadoras para idosos começam a surgir no Rio de Janeiro

Em algum momento da vida, nossos pais, avós, tios e nós mesmos chegaremos à velhice, aquela fase da vida em que já trabalhamos muito, e agora devemos nos dedicar apenas à nós mesmos, fazendo atividades relaxantes e divertidas e curtindo o melhor que essa nova fase da vida tem para oferecer.

Existem muitas maneiras de curtir à velhice, que vão desde valorizar a independência e sair pelo mundo em busca de novas aventuras até viver de maneira mais tranquila, apostando em alternativas locais para melhorar a qualidade de vida e trazer mais felicidade para a vida.

E para quem prefere a segunda opção, as creches para idosos parecem ser uma solução muito interessante!

De acordo com uma pesquisa realizada por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) realizada pelo IBGE em 2016, o Rio de Janeiro é o estado brasileiro com a maior parcela de pessoas acima dos 60 anos, o que aumenta a necessidade de promover uma melhor qualidade de vida para essas pessoas.

Pensando nisso, algumas pessoas estão investindo nas creches para idosos, locais em que senhores e senhoras passam o dia realizando atividades divertidas e fazendo novas amizades. Uma dessas creches é a Casa do Bosque, um lugar aconchegante lembra uma pousada na serra.

Os idosos frequentam a creche de segunda à sexta das 8h às 18h e durante esse período realizam as mais diversas atividades, como jardinagem, jogos de tabuleiro, aulas de culinária, cinema com telão, circuito funcional, karaokê, artesanato. É uma rotina muito divertida e relaxante para os idosos.

A idealizadora do projeto, Patrícia Elman, que é gerontóloga diz que a intenção é manter os idosos sempre ativos, com atividades diversificadas e também promovendo o desenvolvimento cognitivo.

“Queremos empoderar os idosos, que em geral, ficam à mercê da televisão. Isso deprime, e a depressão nessa idade é perigosa. Mata. A socialização é a coisa mais importante para eles”, diz.

O valor de uma diária na creche pode variar de 130 e 350 reais, mas para aqueles que não podem pagar o valor, os centros de convivências e lazer para idosos oferecem muitos serviços semelhantes e estão presentes em diversas cidades brasileiras.

Os idosos são uma parte muito importante da sociedade, eles construíram grande partes das coisas que existem hoje e merecem a chance de viver a velhice da melhor maneira possível, com dignidade, saúde e convívio social. As iniciativas, públicas ou privadas, de serviços para a terceira idade são uma grande maneira de mostrar gratidão e amor para essas pessoas tão especiais, que contribuem com muita sabedoria para nossas vidas.

O que você achou da ideia? Acha que é uma boa alternativa para os idosos e para as famílias? Deixe um comentário abaixo!



Direitos autorais da imagem de capa: Felipe Fittipaldi/Veja Rio



Deixe seu comentário