Crenças limitantes: o que são, como são criadas e onde vivem!

Antes mesmo de ser coach de mudanças de vida, já conhecia sobre crenças limitantes. Confesso que achava o tema um pouco intimidador: dava-me a impressão de que ter tais crenças poderia ser um grande defeito, um problemão que certamente seria difícil de eliminar (olhe, mais uma crença identificada!).

Encontramos muitos artigos, vídeos e materiais sobre crenças limitantes e parece mesmo algo muito complicado que atrapalha a nossa vida. Neste texto, tento simplificar o assunto para você.

Então, vamos lá, o que são crenças? Crenças são pensamentos, verdades absolutas que você acredita. Se você não acredita nisso, então não é uma crença certo? São generalizações, mas também são o que temos de mais precioso e as defendemos com unhas e dentes!

Crenças são as nossas verdades e nossos comportamentos têm relação direta com elas.

Mas toda crença é limitante? Claro que não! Tem crenças que nos limitam (ex.: não sou boa o suficiente, nunca vou conseguir fazer x, y ou z, etc.) e existem crenças motivadoras (ex.: eu posso realizar qualquer sonho que eu tenha, eu sou suficiente, etc.). Isso não quer dizer que precisemos lançar uma caça às crenças limitantes, revirando nossos pensamentos e o dos outros, o tempo todo.

Se você tem um objetivo claro, mas de alguma forma se sente travado, não consegue realizar e nem sabe direito porque; provavelmente tem uma crença limitante aí. Nosso comportamento não mente.

Vou explicar melhor: Se você tem sede, você não fica se debatendo em pensamentos por isso: você bebe água e pronto. Não tem algo que o limite. Agora, digamos que seu sonho é publicar um livro. Você começa, escreve as primeiras páginas, até termina, mas nunca publica o livro. Quando o perguntam porque seu livro não foi lançado, você diz várias coisas como: Ah, não sei se alguém vai querer ler, acho que vai vender pouco, ninguém ganha dinheiro escrevendo, etc.

Tudo que você pensa (ou diz) sobre seus sonhos e objetivos, que sejam verdades absolutas para justificar o que você não faz (desculpas), provavelmente, são crenças limitantes.

Nossa! Então estou cheio de crenças limitantes! Calma! Isso também é uma crença, hein?! Por agora, comece a pensar no seu maior sonho hoje. O que você gostaria muito de realizar, mas não consegue? Anote em um papel. Depois pergunte-se: o que alguém que quer isso na vida precisa fazer? Liste tudo! Permita-se rever essa lista e compare com seu comportamento. Quais dessas coisas você faz e o que você não faz. Por que você não faz?

As respostas dão pistas das suas crenças limitantes que precisam ser trabalhadas no momento.

E se não identificar nada que o limita ou o impede, ótimo: basta entrar em ação e realizar seu sonho, certo?

Ok, identifiquei as minhas crenças! Não é bem assim, essa é a ponta do iceberg! O “segredo” está em fazer sua mente perceber que isso não é uma verdade absoluta. Que se há exceções, você pode ser essa exceção e então desativar essa crença e a substituir por outra(s) que sejam motivadoras.

Existem vários métodos para fazer isso. Eu uso o coaching, mas outras pessoas aplicam PNL, EFT e diversas outras técnicas que também são eficientes para desativação de crenças limitantes.

Todos temos crenças, o importante é manter somente as que o ajudam a viver a vida que você deseja e não as que o limitam.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: dmitrypk / 123RF Imagens



Deixe seu comentário