NaturezaAmor

A criança e seu animal de alma….

a criança

Um dos mais desconhecidos e maravilhosos escritores franceses, Anatole France, proferiu uma frase que nos toca o coração: “enquanto você não amar um animal, uma parte da sua alma estará adormecida”. Por isso a criança e o seu animal de estimação são capazes de criar vínculos que nada nem ninguém jamais poderá quebrar.



É certo que o amor é um dos sentimentos mais maravilhosos que o coração do ser humano pode alojar. Porém, ele não é exclusivo dos seres humanos. Os animais também são capazes de sentir com tanta ou mais paixão e intensidade do que nós.

A importância do vínculo entre a criança e o seu animal de estimação

Tendo em conta que ter o amor incondicional de um bichinho é algo maravilhoso, é importante pensar em proporcionar a adoção de um animal de estimação que sirva como vínculo para os nossos pequenos e lhes dê valores e felicidade.


a-crianca2

Além disso, ao ser da criança, esta é outra “desculpa” para que pouco a pouco ela vá adquirindo responsabilidades.

“Quem pode acreditar que não há uma alma atrás daqueles olhos iluminados? ”-Theophile Gautier-

Neste sentido, a Fundação Affinity é um dos órgãos que mais tem estudado e defendido as vantagens de permitir que os nossos filhos cresçam com um animal de estimação ao seu lado. Esta organização já realizou vários estudos nos quais são demonstrados a importância e os benefícios de ter um vínculo com animais.


Podemos retirar inúmeros benefícios para os nossos filhos a partir das conclusões dos estudos, pois normalmente ter um animal de estimação melhora a qualidade de vida de toda a família, reduz o estresse, o índice de depressão, e até proporciona o equilíbrio físico e mental.


A relação entre a criança e o seu animal de estimação

a-crianca-e-seu-animal-de-alma-capa-e-foto-02


No caso das crianças, segundo os estudos realizados pela fundação citada anteriormente, também existem uma série de benefícios que permitirão que os nossos filhos sejam mais completos, felizes, autônomos, responsáveis e carinhosos. Vejamos então como melhora o desenvolvimento educativo e social da criança:

  • Uma criança que tem um animal de estimação que adora torna-se responsável pelo seu cuidado e alimentação de forma autônoma, altruísta e generosa. Obviamente todos estes valores são potencializados graças ao vínculo que ela cria com o bichinho.
  • A criança que se sente responsável por um animal e gosta de cuidar dele melhora bastante a sua autoestima. O pequeno se sente útil, percebe que faz um bom trabalho e ganha muita confiança nas suas possibilidades e capacidades.

  • O bom ambiente que é criado pela relação entre a criança e o seu animal de estimação permite também que o pequeno melhore a sua integração familiar. Um animal pode ser um elo de união muito forte entre os membros de um grupo.
  • O fato de a criança aprender a respeitar o seu animal de estimação desde muito cedo também lhe permitirá tomar consciência da necessidade de respeitar as outras pessoas e o meio ambiente.
  • A criança que cuida do seu animal e tem consciência de que faz isso bem ganha autoconfiança e competência. Desta forma ela irá se sentir mais responsável, mas ao mesmo tempo com um melhor equilíbrio emocional. De fato, 46% das crianças consideram o seu companheiro animal como uma fonte de apoio emocional muito forte.

Um animal de estimação é um apoio excelente para o pequeno nos maus momentos. A tristeza ou o medo são mitigados graças à companhia do amigo de quatro patas, que se oferece de forma incondicional a ajudar o seu jovem amigo.

“Não há melhor psiquiatra no mundo do que um cachorro lambendo o seu rosto. ” -Ben Williams-


Como criar o vínculo entre a criança e o seu animal de estimação


Para que se crie um vínculo temos que ter em conta uma série de aspectos importantes:

  • Não pode ser algo forçado. Tem que surgir de forma natural. No entanto, se a criança assume responsabilidades como assegurar que o animal coma, tenha água limpa ou que esteja limpo, o vínculo aparecerá.
  • Nos passeios é importante que a criança acompanhe o adulto e participe da experiência. Isto também ajudará na criação do vínculo de forma natural.

  • Além da responsabilidade, a criança deve olhar para o animal como um amigo de brincadeiras e entretenimento. Desse modo ambos irão criar uma união indestrutível e muito enriquecedora.

Outros dados interessantes


a-crianca-e-seu-animal-de-alma-foto-01

Segundo os estudos realizados pela Fundação Affinity, as pessoas que tiveram contato com animais na infância geralmente têm menos problemas nas relações interpessoais, são mais alegres e motivadas e costumam se sentir menos ameaçadas.

É uma boa ideia deixar que uma criança e o seu animal de alma criem um vínculo indestrutível que a marcará para a vida e a fará mais feliz, completa e alegre. É um gesto bonito que nos acompanhará para sempre.

Perdoar da boca pra fora é fácil. Difícil é perdoar do coração pra dentro!

Artigo Anterior

Benefícios de ser resiliente…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.