Comportamento

Criança que morou na rua por 4 anos, após ser expulsa de casa, foi resgatada e deu sorriso de alegria

A expressão de alegria do menino, que por muito tempo viveu a insegurança das ruas, é comovente. Confira sua história!



Todas as crianças merecem um lar saudável, onde possam crescer com todo o suporte financeiro e emocional para se desenvolver e ser capazes de construir seu sucesso.

No entanto, para muitos pequenos, a realidade é muito diferente daquela com a qual sonham. Em todo o mundo, várias crianças se deparam com a realidade da pobreza e instabilidade familiar, tendo que se virar sozinhas para sobreviver.

Um menino africano chamado “Godswill” teve de passar por isso desde muito cedo. O pequeno tinha apenas 5 anos de idade quando precisou ir viver sozinho nas ruas.


Ele era constantemente mandado embora da casa em que vivia pelo seu padrasto e não tinha nenhuma escolha a não ser abrigar-se do lado de fora, totalmente inseguro e desprotegido.

Godswill tinha 9 anos quando foi encontrado em um mercado local por Nsidibe Orok, diretor de Desenvolvimento Infantil da ONG Land of Hope, que luta contra o sofrimento infantil. O homem já estava acostumado a ver crianças com roupas sujas e rasgadas pelo local, mas sentiu algo diferente ao olhar para o menino.

Direitos autorais: reprodução Facebook/Land of Hope.

Então aproximou-se dele para lhe oferecer um dinheiro para que pudesse comprar comida. No entanto, ele se espantou com o que o menino lhe disse logo em seguida.


Godswill falou que não queria comida, mas sim sair daquele mercado, porque estava temendo pela sua vida. Orok então tomou as medidas necessárias e a criança foi levada para as dependências da ONG, onde passou a conviver com os outros 74 pequenos resgatados de uma realidade de vida de medo e insegurança.

Após apenas um mês morando no local, já era possível testemunhar as grandes mudanças que uma vida estável ocasionaram no menino. A ONG compartilhou uma imagem em que Godswill aparece sorrindo, afirmando: “Onde há amor há vida”.

Direitos autorais: reprodução Facebook/Land of Hope.

Após três meses vivendo nas dependências da Land of Hope, o menino conservava a animação e, segundo a ONG, já conservava muitos planos para o futuro.


Na região da África em que o menino vive, é muito comum crianças serem acusadas injustamente de “bruxaria” e abandonadas por suas famílias à própria sorte. Por isso, o trabalho de organizações como a Land of Hope as ajuda a ser acolhidas e receber o apoio que não conseguiram dentro de suas casas.

Felizmente, o caso de Godwill teve um final feliz. Torcemos para que projetos como esse recebam todo o apoio que merecem para continuar a mudar a vida de crianças negligenciadas.

Direitos autorais: reprodução Facebook/Land of Hope.


Os 4 signos mais cruéis. Eles sabotam as pessoas ao seu redor e não sentem remorso!

Artigo Anterior

Baiano humilde, que aprendeu 5 idiomas sozinho, ganha R$ 26 mil em doações e vai estudar na Alemanha!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.