Notícias

Cristiana Oliveira fala sobre estreia de ‘Pantanal’: “Me deu nó na garganta”

Foto: Reprodução
Cristiana Oliveira fala sobre estreia de pantanal capa

Cristiana Oliveira, que interpretou a personagem Juma na versão original de Pantanal, trama de Benedito Ruy Barbosa exibida na década de 1990, na extinta TV Manchete, escreveu um relato para a Folha sobre suas impressões do primeiro capítulo do remake, escrito por Bruno Luperi, e que estreou na TV Globo nesta segunda (28).

Atualmente, a atriz, de 58 anos, é embaixadora da ONG SOS Pantanal e dona de uma linha de cosméticos veganos. Ela ainda prepara uma peça e um livro para este ano.

“O Pantanal é mágico. Qualquer lugar para onde olhamos, é um deslumbre da natureza. Com certeza, todos que estiveram lá gravando devem ter sentido a vibração daquela mata, do clima atípico, das águas, da revoada dos pássaros e a sinfonia dos sapos. Parece que o bioma tem uma música própria. Aliás, tudo ali tem alma própria. Deu para sentir no primeiro capítulo que a proposta da Globo em explorar essa beleza, homenagear a história original e contar a saga dos Leôncios e Marruás vai dar muito certo. E eu tenho certeza disso”, começou.

“Renato Góes e Irandhir Santos assumiram os peões muito bem. E Paulo Gorgulho brilhou com seu rápido, mas marcante Ceci. Confesso que ouvir a voz dele falando do mesmo jeito que em 1990, quando interpretou Zé Leôncio e Zé Lucas, me deu um nó na garganta. Voltei no tempo. As imagens e a beleza das cenas, a direção de fotografia impecável de Walter Carvalho, a escolha do elenco, a direção de Rogério Gomes promete muito. E, pelo que eu senti, será um novelão daqueles que provavelmente reunirá as famílias às 21h da noite para assistir junto. Coisa que já não se vê muito hoje em dia. A música da versão original, composta pelo querido Marcos Viana, também foi um acerto e uma grande homenagem à novela do Benedito [Ruy Barbosa]. E, interpretada pela grandiosa e incrível Maria Bethânia, foi um presente”, continuou.

“Enfim, foi emocionante. Tive vários sentimentos juntos e confusos: saudosismo, tristeza por não poder voltar no tempo e reviver aquela história novamente. Mas a alegria é enorme e também o prazer em ter feito parte de uma das novelas mais marcantes da teledramaturgia brasileira. ‘Pantanal’ é parte da minha vida e sempre será. Já faz parte de mim. E sou grata a isso”, finalizou.

Cristiana Oliveira fala sobre estreia de pantanal ft1


O encontro das atrizes Cristiana Oliveira e Alanis Guillen, respectivamente, as Jumas, da primeira e da nova versão da novela – Direitos autorais: Reprodução/Divulgação.

0 %