5min. de leitura

Cuidado! Brincar de lançar as crianças ao ar pode ser fatal para a sua saúde!

Uma brincadeira muito comum e aparentemente inofensiva praticada por pais em todo o mundo é lançar a criança ao ar e depois segurá-la com os braços.


É divertido e as gargalhadas que elas dão são realmente fofas, mas por trás de toda essa diversão existe um sério perigo para a saúde dos pequenos.

Existe uma condição chamada síndrome do bebê sacudido, que acontece quando os bebês são chacoalhados ou sacudidos para frente e para trás com muita intensidade. Muitas vezes, ela está relacionada a maus-tratos infantis, mas também pode ter outras causas, como quando as crianças engasgam e os pais sacodem na expectativa de ajudá-las a desafogar ou quando as lançam ao ar, como uma forma de brincadeira.

Os bebês são muito frágeis como todos sabem, especialmente na região da cabeça, e até mesmo as coisas mais inofensivas podem machucá-los seriamente.

“O bebê pequeno tem a cabeça maior que o corpo, com o pescoço mole, sem a musculatura bem desenvolvida. Por causa dos movimentos bruscos, de extrema aceleração e desaceleração, podem ocorrer lesões cerebrais”, explicou a pediatra do Hospital Santa Catarina (SP), Márcia Sanae Kodaira, à Revista Crescer.


Quando são muito jovens, as crianças não possuem firmeza no pescoço, por isso, quando são lançadas ao ar durante a brincadeira, a cabeça fica muito solta e se move sem controle, o que pode fazer com que o cérebro atinja as paredes do crânio, criando uma concussão.

Os resultados dessas concussões podem ser desde danos em uma área do cérebro até danos generalizados, até mesmo derrames. O pescoço e a coluna das crianças também podem ser prejudicadas, uma vez que não possuem ossos fortes o suficiente para darem sustentação ao corpo.

O perigo é maior nos três primeiros anos. Durante esse período devemos estar muito atentos a todos os movimentos de nossas crianças, para garantir que não haja perigo de nenhum trauma.


Identificando a síndrome do bebê sacudido

Se você desconfiar que alguma criança pode estar sofrendo de alguma consequência desse tipo de brincadeira, existem alguns sinais aos quais precisa estar atento. Nem sempre é fácil identificar, mas em muitos casos elas choram ininterruptamente e ficam muito irritadas.

Além disso, as crianças também podem apresentar as seguintes mudanças:

  • perda de visão ou audição;
  • aumento no sono sem outra explicação;
  • dificuldade de respiração;
  • tontura;
  • mudanças no comportamento;
  • perda de consciência;
  • falta de apetite;
  • convulsões;
  • mudança no tom de pele para mais pálido ou azulado;
  • vômitos.

Se perceber algum desses sintomas, leve a criança ao médico o mais rápido possível.

Nenhum de nós deseja prejudicar a saúde dos nossos bebês, mas muitas vezes cometemos alguns erros devido à falta de informação. Jogar as crianças ao alto parece muito legal, mas precisamos colocar a sua saúde acima de tudo. Existem maneiras mais saudáveis de deixar um sorriso no rosto de nossos pequenos.

Compartilhe essa informação com as pessoas que também têm crianças em casa.


Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: Natala Standret/123RF Imagens.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.