ComportamentoColunistasRelacionamentos

Cuidado com o que diz a uma pessoa perversa. Tudo o que disser será usado contra você!

CUIDADO

Quem aqui se lembra de como a pessoa perversa com a qual você se relaciona ou se relacionou era ótima ouvinte no início da relação?



Horas e horas de conversa e essa pessoa queria saber tudo sobre você. E você feliz pensando: “Nossa! Minha alma gêmea! Nunca ninguém demonstrou tanto interesse em mim e em quem sou.”

E assim, no embalo inebriante dessa linda “amizade” e “conexão mental”, você foi contando tudo…detalhes sobre sua vida passada, suas conquistas, seus traumas, seus complexos, seus anseios, suas mancadas…sim, você estava diante da pessoa mais compreensiva que já conheceu e finalmente tinha alguém em quem confiar e confidenciar seus segredos. Você mal podia acreditar na sorte que teve de tê-la encontrado.

Já faz algum tempo que estão juntos e a paixão tomou conta da sua vida, do seu cotidiano. Você compartilha tudo, você conta tudo. Esse é seu modo de dizer àquela pessoa quanto é importante o lugar que ela ocupa em sua vida. E ela gosta. Ela absorve e pede mais e mais informação sobre você.


E então…aquele lindo anjo de candura substitui seu sorriso doce por uma cara inexplicavelmente amarrada. Os olhos afetuosos, parecem vidrados e em chamas. Tudo naquele rosto é raiva, é fúria e acusação. Você não sabe o que “aprontou” e vai fazer de tudo para descobrir. Nessa busca, você conhecerá o tratamento silencioso, quebrado apenas com frases de acusação, culpabilização e vitimismo. Aquela leveza e luz deram espaço para um rosto sombrio, frio, distante. Toda sua certeza está confusa. A única coisa certa é que a culpa por aquela mudança, que não se sabe por o quê foi motivada, é SUA.

Quando chega nesse ponto, tudo o que você tiver confidenciado, será usado para de oprimir, massacrar, culpabilizar, humilhar, diminuir. De repente, tudo ganha um novo significado. Mais ou menos assim:

1. Você: “Eu sofri abuso quando tinha 11 anos”

Pessoa perversa enquanto estuda você: “Eu sinto muito. Agora você tem a mim e ninguém pode lhe fazer mal.”


Pessoa perversa depois de saber tudo sobre você: “Vagabunda. É por isso que abusavam de você desde pequena. Você não presta desde aquela idade.”


2. Você: “Eu usei drogas quando adolescente”

Pessoa perversa enquanto estuda você: “Você superou, todo jovem faz besteira. Agora estou ao seu lado.”


Pessoa perversa depois de saber tudo sobre você: “Você é um drogado(a). Nunca vai servir para nada, Quem vai querer um drogado? Eu sei que ainda se droga. Será que quem te admira sabe disso?”


3. Você: “Namorei um homem que me fez sofrer muito quando descobri que era casado.”

Pessoa perversa enquanto estuda você: “Você não encontrou o cara certo porque tinha que me encontrar.”


Pessoa perversa depois de saber tudo sobre você: “Mulher que sai com homem casado é vagabunda. Duvido que você não sabia. Não está com ele porque não ele te quis, preferiu a esposa.”]


4. Você: “Nunca me achei bonita(o) porque estou acima do peso.”

Pessoa perversa enquanto estuda você: “Eu gosto de você assim como você é.”


Pessoa perversa depois de saber tudo sobre você: “Ninguém mais iria querer você gorda desse jeito” ou “ por que não faz uma acadêmia para se livrar dessa sua barriga nojenta e ficar sarado igual Fulano de tal?”


5. Você: “Estou começando minha carreira, ainda não ganho muito dinheiro” ou “perdi o emprego” ou “meu carro não é de luxo.”

Pessoa perversa enquanto estuda você: “Você não precisa de nada, construiremos juntos” ou “não dou valor para coisas materiais”


Pessoa perversa depois de saber tudo sobre você: “Você é uma pobretona, como eu posso estar com você? A minha ex era rica. Nunca vamos construir nada juntos” ou “Seu fracassado, como quer ter mulher sem dinheiro no bolso e um carro decente?”

São apenas exemplos de como suas confidências podem ser usadas para massacrar você. Se você não confidenciou nada, sossegue: a pessoa perversa fará em modo de distorcer algo que você disse e transformar em algo para denegrir. Se isso também faltar, sentirá um enorme prazer em inventar alguma coisa que você não vai ter a mínima ideia de onde surgiu. Você será alcoólatra sem nunca ter bebido, estará em tratamento psiquiátrico sem nunca ter passado em consulta, terá roubado algo no trabalho e por isso foi mandado embora, mesmo tendo pedido dispensa porque conseguir algo melhor.

O objetivo é encolher você para um tamanho no qual você se sinta tão pequeno(a) que não poderá reagir e fique ali para mais. Paradoxalmente, a esse ponto, ao invés de bater em retirada, as pessoas sequestradas por gente perversa entra numa espiral de loucura para tentar consertar, reverter, desfazer aquela impressão ruim que o outro, que até outro dia era tão bom, formou delas. E aí, nem precisa dizer: tudo vira doença e obsessão. Obsessão essa que, com frequência, é confundida com amor.



Se está vivendo isso, pare, use seu raciocínio lógico e pergunte-se:

Por que ainda desejo a presença de uma pessoa que diz todas essas coisas ruins a meu respeito e, covardemente, se utiliza de traumas e complexos confidenciados para me machucar? Essas coisas ditas sobre mim são verdadeiras? Não? Então por que eu as tolero? Eu amo esta pessoa ou estou obcecada(o) por provar para ela que sou uma pessoa de valor? Se esta pessoa me amasse, como afirma quando quer voltar, diria essas coisas sobre mim? Usaria meus segredos para me difamar? Amo esta pessoa ou estou presa(o) à pessoa que se apresentou a mim e que obviamente não existe? Vale a pena sair por aí dando explicação às pessoas para as quais contou essas mentiras sobre mim? Acreditarão? Qual a importância dessas pessoas acreditarem ou não? O que tem para mim nessa relação? Quais a qualidades dessa pessoa? Quais as características negativas? Como estão postas na balança?

Respostas honestas lhe deixarão forte para confrontar a pessoa perversa, se necessário, com assertividade, segurança e calma. Enquanto você estiver nesta hipnose de chamar essa obsessão de amor, não conseguirá sair da posição de saco de pancadas emocionais; da infantaria de uma guerra que já nasceu perdida e que só poderá ser vencida quando você fechar as portas para esse ciclo de abuso e recomeçar, com tudo de bom que a vida oferece e que você merece ter.


Entenda o que te sufoca todos os dias e você nem percebe…

Artigo Anterior

O que falam de mim? nem penso, dispenso…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.