Cuidar de si mesmo é profundamente importante, mesmo que outras pessoas o julguem por isso!



Cuidar de si mesmo é profundamente importante!

Às vezes, o pânico é o suficiente para deixar alguém sem dormir por algumas noites, e eu costumava cometer o erro de gastar essas noites nas redes sociais, navegando pelo Facebook, respondendo a comentários, até encontrar um comentário que fez a minha mente girar.

E era um texto que falava sobre a importância do amor-próprio. Era sobre como você deveria substituir o “eu te amo” pelo o “eu me amo”, de modo que você possa parar de se sentir tão inseguro e entenda que você é uma pessoa completa por si só.

Mas havia um comentário que, basicamente, dizia que deveríamos começar a cuidar do estado do nosso planeta e de outras pessoas, em vez de nos concentrar em nós mesmos e como cuidar de si mesmo não é realmente importante, nem corações partidos ou sofrimentos.

E na maioria das vezes, cuidar de si mesmo é um ato egoísta, a cura não é essencial.

Várias coisas sobre este comentário deram-me nos nervos e isso incomodou e me eriçou pelo resto da noite. E percebi que não era o aspecto julgador dessa pessoa que realmente estava me incomodando. Era o fato de que aquilo representava uma grande parte da sociedade que realmente pensa assim.

Sendo assim, não é de se admirar que muitos de nós têm dificuldades em manter a saúde mental estável. Porque é um círculo vicioso.

Fazemos o que podemos para nos sentir melhores e há pessoas em nossas vidas que nos fazem sentir mal ou culpados, como se não pudéssemos cuidar de nós mesmos.

Isso é tão errado, nem posso começar a descrever o quão perturbador é saber que existem pessoas que estão lutando contra doenças mentais, os efeitos do trauma, o sofrimento do abandono, ou em algum tipo de sofrimento sendo invalidado por pessoas, como o autor deste comentário.

A verdade é que esse tipo de pensamento faz muito mal! Algumas pessoas têm membros da família que falam dessa maneira com elas. “Você não é importante, outras pessoas que são.” É o que isso se traduz.

Mas isso não é verdade. Todas as pessoas no mundo são importantes, mas para você, você deve ser a pessoa mais importante!



Sabe, outras pessoas vão decepcioná-lo. Se você as colocar em pedestais, elas sempre mostrarão como são defeituosas. Pessoas são temporárias. Então, gastar todo o seu tempo cuidando delas é uma receita fácil para se machucar, uma vez ou outra.

Claro, faça o bem ao mundo. Faça tudo o que puder, como um ser humano, para facilitar a vida das outras pessoas, mas não faça isso com o custo consigo mesmo ou com sua saúde mental, não importa o que alguém diga.

Você quer tirar uma folga para cuidar da sua saúde mental do trabalho, dos estudos, porque você anda super ansioso, deprimido ou com dificuldades? Faça isso. Você não consegue ser produtivo quando está com conflitos internos.

Na verdade, ter desempenho ruim no trabalho nunca é um bom sinal. As pessoas que se importam são realmente poucas e distantes. Portanto, é profundamente importante tornar-se a pessoa principal que se preocupa com você mesmo.

É profundamente importante abandonar as relações tóxicas, abandonar as pessoas tóxicas.

Você não deve a ninguém sua saúde mental. É possível ser a pessoa principal que se preocupa consigo mesmo, enquanto ainda ajuda as outras pessoas.

Não importa o que os outros digam, seja você a pessoa que mais se importa, enquanto contribui com a sociedade, quando puder. Não se culpe em tomar tempo pessoal, permitindo-se tempo para recarregar ou lidar com coisas que ninguém mais entenderá, apenas você.

Comemore suas pequenas vitórias. Celebre a si mesmo. E lembre-se: você não é egoísta ao querer cuidar de si mesmo e de sua saúde mental.

_______

Traduzido pela equipe de O Segredo – Fonte: Thought Catalog






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.