3min. de leitura

Cuide bem de você! Tenha mais carinho e leveza consigo mesmo(a)

Cuide bem de você. A vida é breve. Tente ser mais leve. Os anos passam rápido e os dias passam voando.


Imersos na rotina do dia a dia as vezes esquecemos de cuidar do nosso bem-estar, do nosso bem mais precioso que é a saúde. Sem saúde não somos nada e não fazemos nada. E, mesmo sabendo disso, raramente priorizamos um tempinho para cuidar só da gente.

Devemos ser menos rígidos com nós mesmos, aceitar com resiliência os momentos em que precisamos atravessar um deserto. Tratar uma doença grave, por exemplo, é como atravessar um deserto, como diz minha chefe.

A gente nunca sabe o que vem pela frente, mas precisamos ser fortes e enfrentar um dia de cada vez. 

Às vezes, nós nos achamos fracos por precisarmos de medicamentos para viver, por precisarmos de tratamentos tóxicos para vencer uma doença agressiva, por precisarmos de terapia para enfrentar os traumas da infância que vem à tona no dia a dia, por precisarmos desabafar nossas angústias com um amigo ou companheiro(a) de madrugada. Enfim, por precisarmos de ajuda. Mas o simples fato de conseguirmos admitir nossas “fraquezas” já mostra a fortaleza que há dentro de nós. Essa vontade de lutar, de vencer, de se aprimorar, de viver! Mesmo quando estamos no chão e precisamos de apoio para ficar de pé, devemos lembrar que tudo passa!


Momentos de dor e angústia passam… mas uma coisa fica, o aprendizado que faz a lapidação do nosso ser. “Aquilo que não me mata, só me fortalece.” E como fortalece! 

Por isso, tenha mais carinho com você, com seu corpo, com sua mente. O mundo não vai parar se precisar se afastar um pouquinho da sua rotina ou criar uma nova rotina. Diferente do seu corpo, que pode parar a qualquer momento. Alimente-se de comidas saudáveis, mas também de pensamentos saudáveis, de otimismo, paz e contentamento. Seja para prevenir ou para vencer as batalhas da vida.

“Nem sempre sou forte, e está tudo bem. Quem disse que preciso ser? Nem sempre estou certa, mas na caminhada incerta posso aprender a acertar. Sou véu que esconde o pranto. Sou alma que se abre a cada canto. Sou fortaleza, cheia de certeza. Sou frágil, cheia de incerteza. Na grande escada da evolução sem fim. Tropeço, caio, me levanto, enfim. Sou alma que cresce e se revela através do amor que há em mim.”   



Direitos autorais da imagem e capa licenciada para o site O Segredo: 123RF Imagens.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.