publicidade

A culpa foi toda minha!

Quantas vezes deixamos o orgulho falar mais alto e temos dificuldade em admitir que a culpa seja toda nossa?



Percebo que eu mesma fico inventando desculpas ou achando os mínimos detalhes para que eu justifique o meu orgulho de não procurar, de não ceder, de ter razão. Isso não tem muita serventia quando você quer que sua vida mude. De que me adianta ficar postergando a dor de ambas as pessoas se eu posso simplesmente dizer: A culpa foi toda minha.

Não que eu precise assumir a parcela de culpa do outro, mas a minha eu posso mudar. E se para o outro é tão difícil reconhecer suas dificuldades aponta-las não vai ajudar, muito pelo contrario, só vai criar uma defesa ainda maior.

A CULPA FOI TODA MINHA FOTO 01


O que eu quero dizer é que eu posso mudar a minha atitude perante o que ele tem dificuldade de mudar. Se o outro é violento com as palavras que eu releve as duras criticas e passe a ser mais dócil, talvez ele só precise aprender a ser dócil também.

O importante é não deixar que as pequenas dores e magoas cresçam dentro de nos e consuma relações que poderiam ser exuberantes. Que a luta pela união possa ser também daqueles que pensam e age diferente de você.

Aprenda que em algum aspecto a atitude grosseira, violenta e até infeliz da outra pessoa irá contribuir para o seu desenvolvimento. Para que você possa melhorar e que as criticas sejam encaradas com a leveza que tem, porque elas estão ali somente para nos mostrar o que não queremos ver e por menor que seja a relevância em algum momento você será o acusador de alguém. E não adianta dizer que não, ou que faz diferente porque somos reflexos daquilo que sofremos e em algum momento vamos fazer semelhante com alguém, ele merecendo ou não.


A CULPA FOI TODA MINHA FOTO 02

E cabe a cada um de nós a pequena mudança que desejamos no outro. É o espelho faça para as pessoas não aquilo que gostaria que fizesse com você, mas aquilo que faz bem a ela. Se ela gosta de chocolate leve chocolate para alegrar seu dia e mesmo que você não goste de chocolate em algum momento ela vai lhe trazer as flores que tanto gosta em retribuição ao chocolate que você a entregou porque sabe que isso a agradaria.

A lei da retribuição não é fazer pelos outros aquilo que gostaríamos que fizessem com a gente, é despertar nos outros a felicidade que ele desperta em nós ou que gostaríamos que ele despertasse, mas com as coisas que ele gosta. Tente! Vale a pena fazer alguém feliz hoje.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.