Pessoas inspiradoras

Curado da leucemia, menino chora ao receber a última dose de quimioterapia

Curado da leucemia menino chora ao tomar última dose de quimioterapia

Quando tinha apenas 6 anos, o pequeno Steven Cotter foi diagnosticado com um tipo grave de leucemia, mas depois de três anos de tratamento, voltou a ter uma vida normal.



Assim como outros tipos de câncer, a leucemia é uma doença muito grave e devastadora. Ela atinge a medula óssea, justamente onde as nossas células sanguíneas são produzidas e, ao debilitar o nosso sangue, compromete todo o nosso sistema imunológico. Afinal, quando nosso sangue está fraco, ficamos ainda mais expostos a outras doenças e infecções.

E tão delicado quanto esse diagnóstico é também o tratamento contra essa doença. A leucemia condiciona o paciente por meses ou até anos a quimioterapia, e causa perda de peso, fraqueza, entre muitas outras complicações. Ou seja, é um mal que pode debilitar até a pessoa mais saudável.

E, se para um adulto, lidar com a leucemia já é extremamente difícil, imagine-se para uma criança? Pois foi justamente por essa experiência traumática que o pequeno Steven Cotter, de Oklahoma (EUA), começou a passar quando tinha apenas 6 anos. Nessa idade, ele foi diagnosticado com leucemia linfoblástica aguda de alto risco, um tipo ainda mais grave da doença.


Nesse estágio, a doença normalmente não forma tumores, mas afeta toda a medula óssea e pode causar outros sintomas ainda mais graves aos pacientes, como anemia.

Contudo, a partir do diagnóstico, Steven e sua mãe, Ashley Cotter, travaram uma dura batalha em busca da cura da doença. O tratamento contra a leucemia inclui a prescrição de uma série de medicamentos usados na quimioterapia, dietas específicas e cuidado redobrado para que outras doenças não se aproveitem do sistema imunológico indefeso e se apoderem do organismo do paciente.

Em agosto de 2016, o garoto se viu obrigado a deixar de lado sua rotina, que até então era tão normal quanto a de qualquer outra criança, por causa dos longos dias hospitalizado. Além das medicações fortes, Steven passou por diversas transfusões de sangue e plaquetas.

A criança enfrentou três anos de muito sofrimento até chegar o dia que marcou o fim de seu tratamento, quando Steven já tinha 9 anos. Esse momento tão importante foi registrado em vídeo pela mãe do garoto e postado no Facebook, emocionando milhares de internautas.


Em entrevista ao canal ABC, Ashley Cotter contou que o filho havia começado o tratamento dois dias depois do diagnóstico e, desde então, tomava dezenas de medicamentos muito fortes, todos os dias. No vídeo, o garotinho aparece, justamente, repetindo a rotina que enfrentou por longos três anos.

Sentado à mesa, Steven aparece na frente dos seus vidros de remédio, chorando de felicidade por saber que seria a última vez que teria de passar por isso.

Depois de tomar a medicação pela última vez, o pequeno recebe um forte abraço do pai, ao lado do irmão e de um amigo. As imagens são emocionantes e refletem a emoção do garoto depois dessa árdua batalha contra a leucemia. A postagem teve mais 163 mil visualizações no Facebook.

Confira o vídeo a seguir:


Depois de três anos, Steven pode, enfim, voltar a ser uma criança normal e brincar livremente, sem se preocupar com essa doença que tanto sofrimento lhe causou. Muito emocionante, não é mesmo?

O que você achou dessa história linda de superação?

Não se esqueça de deixar o seu comentário e compartilhar essa história com seus amigos através de suas redes sociais.


Pai que não queria cachorro aprendeu a amar o seu cãozinho e agora até o coloca para dormir!

Artigo Anterior

“Recuse o fardo de querer agradar a todos. É perda de tempo” (pe. Fábio de Melo)

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.