Notícias

Datafolha: para 79% dos brasileiros, homossexualidade deve ser aceita

Foto: Reprodução
Design sem nome 2

A nova rodada da pesquisa Datafolha sobre o perfil ideológico da população, divulgada neste sábado (4/6), aponta que o brasileiro está mais tolerante em relação à ideia de que a homossexualidade deve ser aceita por toda a sociedade. De acordo com o levantamento, 79% das pessoas concordam com a afirmação.

O índice cresceu cinco pontos percentuais comparado à última pesquisa, feita em 2017, quando 74% apoiavam a ideia. Em relação ao primeiro levantamento, de 2013, o aumento foi de 12 pontos. Na época, 67% da população declaravam estar de acordo.

A rejeição, representada pelo número de pessoas que acreditam que a homossexualidade deve ser desencoradaja, caiu de 19% para 16%. Outros 6% não opinaram.

Na segmentação por gênero, a pesquisa mostra que a rejeição é maior entre homens (17%) do que entre as mulheres (14%). Já no recorte por idade, o nível de intolerância aumenta de acordo com a geração: 7% (16 a 24 anos), 12% (25 a 34 anos), 15% (35 a 44 anos), 18% (45 a 59 anos) e 22% (60 anos ou mais).

A rejeição também apresenta maiores índices entre a população com ensino fundamental (22%) e cai à medida que se eleva a escolaridade: nível médio (14%) e superior (9%).

Entre os religiosos, evangélicos foram os que apresentaram mais resistência ao tema, com 27%, seguido dos católicos, 12%, e espíritas, 9%.

A pesquisa entrevistou 2.556 pessoas acima de 16 anos em 181 cidades do país, entre os dias 25 e 26 de maio. O levantamento foi contratado pela Folha de S.Paulo e está registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob número BR-05166/2022. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou menos.

O Datafolha mede o perfil ideológico do brasileiro a partir de uma metodologia de pontuação levando em consideração as respostas dos entrevistados sobre diferentes questões sobre comportamento e valores quanto à economia.

0 %