Pais e FilhosPesquisas

De acordo com estudo, quanto mais presente você é, mais tempo sua mãe pode viver!

de acordo com

Não é mistério para ninguém que a solidão pode ter consequências negativas para os seres humanos, tais como depressão, pouco autocuidado, suscetibilidade a doenças cardíacas, imunidade baixa, entre outros.



Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade da Califórnia, que contou com 1.600 adultos com uma média de idade de 71 anos, mostrou que a solidão também é um fator chave durante a velhice.

De acordo com esse estudo, as pessoas mais solitárias mostraram maior nível de mortalidade; 23% dos participantes solitários faleceram no período de seis anos do estudo, e apenas 14% das pessoas com relacionamento social saudável vieram a óbito no mesmo período.

Com esses resultados, os pesquisadores chegaram à conclusão de que nossa necessidade de contato social não desaparece conforme ficamos velhos, apenas deixa de ser tão aparente. Barbara Moscowitz, assistente social gerencial do Hospital Geral de Massachusetts, falou ao The New York Times: “A necessidade que tivemos durante toda a nossa vida – pessoas que nos conheçam, valorizem e que nos tragam alegria – que nunca desaparecem”.


Os idosos valorizam muito os relacionamentos com as pessoas que são importantes para eles.

Têm maiores habilidades relacionais e muitas vezes são mais tolerantes com as imperfeições de seus entes queridos do que os jovens adultos de hoje em dia. Isso porque têm muitas experiências de vida e sabem o que vale e não vale, o seu tempo e esforço.

É importante que, desde a infância, sejamos ensinados a valorizar a comunicação com os mais velhos, pois eles são de grande importância para a formação de nossos valores e caráter. Essas pessoas, muitas vezes, são deixadas de lado da convivência familiar e por isso acabam se retirando da vida de seus filhos e netos, o que nos faz perder momentos de conexão valiosos.

Os momentos de conexão com essas pessoas em nosso lar são de grande valor, mas também é importante valorizarmos os relacionamentos entre os idosos, porque eles também são pessoas com desejos, vontades, sonhos e planos e quando estão em ambientes com pessoas da mesma idade, são mais propensos a criar conexões. Nossos amados merecem mais do que ser apenas alguém para encher a mesa do almoço de domingo, eles merecem ser reconhecidos por seu valor.


O tempo que passamos com nossos pais, avós, bisavós, tios e outros entes queridos fazem bem não apenas para eles, mas também para nós. Eles nos contam histórias, apresentam diferentes visões de mundo e de vida, ensinam-nos preciosidades e nos fazem pensar sobre respeito, lembrando-nos de que todos nós chegaremos onde eles estão.

Portanto, seja mais presente na vida dessas pessoas, converse, distraia, sorria, dê atenção. Dessa forma, você pode acabar realmente prolongando a vida de alguém!

Confie na mágica dos recomeços. é hora de abrir as portas para o novo…

Artigo Anterior

Equinócio de primavera chega trazendo uma renovação de energia e mudanças significativas!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.