De sua filha lua em virgem na casa 4, para mamãe!

5min. de leitura

Mãe, gostaria de dizer que estou passando por um processo de amadurecimento, finalmente minha mãe. Sei que a Senhora esperou tantos anos por isso. Hoje a vejo tão velhinha, de cabelos branquinhos, sem quase força nas pernas para andar. Aliás, nem vamos entrar nesse detalhe, né minha mãe?



Então, hoje venho lhe dizer que te critiquei por tantos anos por criticar certas pessoas sem ter fundamento, e a senhora seguia firme na sua convicção, e muito diferente de mim não ficava tentando me convencer que eu estava errada em pensar diferente da senhora, pelo contrário, seguia firme com sua certeza, mas deixava eu com a minha também. Na verdade quem não tinha fundamento nenhum de critica-la era eu, pois eu não entendia nada sobre a vida, estava apenas começando-a.

Achava que a vida se resumia em fatos, ou seja, se não houvesse argumentos que se comprovasse a fundamentação do que se falava, então não procedia o que estava sendo falado…. Bobinha eu, sábia eras tu, minha mãe.

Com minha nova experiência espiritual onde posso sentir e ver além, vejo que é onde se transita a sabedoria. O conhecimento exige fatos, palavras. Já a sabedoria está a um passo à frente. É por essas e outras que a senhora minha mãe, já sabia e muito antes de todos nós, através de sua brilhante sabedoria quem era e quem não era do bem, e continua sendo muito assertiva.


Pedir DESCULPAS não apagará nenhum dos milhares dos desaforos que já lhe disse ao longo das nossas vidas, minha mãe. Hoje olho pra ti e vejo um rosto maltratado e cheio de rugas, num mundo plástico onde as aparências é que importa. Minha mãe Tu não és um símbolo de nobreza ou fama pra ninguém, mas pra mim tu és minha rainha. Faço questão de postar fotos suas com muito orgulho, minha mãe.

Tenho muito orgulho pela guerreira que foi e continua sendo, pois sei de sua trajetória de vida. Pra mim isso conta muito mais que uma atitude gentil, simpática e alegre que são muito mais comuns de serem vistas. Tu tens um caráter singular minha mãe, que mostra para o mundo ver, sem vergonha o que tens na tua alma, sem máscaras e sem filtro.

Admiro pessoas fortes e com histórias marcantes como a sua minha mãe que nasceu sem pai, perdeu sua mãe aos 12 anos, perdeu seu primeiro filho, passou fome, enterrou muitos familiares dentre eles irmãos, filhos e marido. Chegou aos seus 83 anos mesmo tendo o mundo não a ouvindo, em pé, firme e forte.


Hoje a entendo perfeitamente, e mais ainda sua amargura, pois ninguém lhe escuta, é muito triste mesmo.

Não sei o que posso fazer para reparar todo o dano que lhe foi feito. Mas faço minha parte, dou todo meu coração e ouvidos para ti, dentro das minhas possibilidades. E empaticamente novamente lhe digo que entendo porque sofro similarmente do mesmo mal. Digo de forma similar e não igual, pois possuo conhecimento e, é onde nos diferenciamos, humildemente no mínimo.

Ah! Minha mãezinha, sinto muito pelos anos de desprezo que a senhora passou por não ter sido e continua não sendo ouvida. Acho que é só isso que posso em palavras te dizer e oferecer. E em gestos – muito amor, atenção, RESPEITO e OUVIDOS.

Te amo.

Sua filha Lua em Virgem na casa 4.

By [email protected]

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.