Deixar ir é bom para nós…

3min. de leitura

Muitas pessoas vêm e vão em nossas vidas. Para mim, o “ir” tem sido geralmente resultado de se mudar, morar longe, ou apenas o contato minguante até que a pessoa se torne um estranho. Isso não é triste para mim, e não é nada pessoal – é natural.



No entanto, algo difícil para mim é ativamente deixar ir alguém que está, consciente ou inconscientemente, causando-me dor estando ao meu redor.

Essas pessoas não são necessariamente más, elas simplesmente não são o tipo de pessoas com as quais me identifico.

Eu deveria ter escolhido companhias diferentes.

Esse comportamento em si é prejudicial. É algo que tem sido difícil para perceber. É como se a cada vez que eu ficasse perto de alguém que não é bom para mim, injetasse um pouco de veneno em minhas veias. Só um pouco, não o suficiente para me matar, apenas o suficiente para causar uma dor irritante.


Eu sei que tenho que me perdoar por descobrir isso muito tarde, mas o importante é que estou ciente disso agora e pelo resto de minha vida.

Não há problema em dizer “isso não é bom para mim, eu deveria ir embora”, mas fazer isso não é fácil.

Mesmo sabendo que é o melhor para você, ainda é difícil. E por que? Por que é tão difícil abandonar algo que nos causa dor? Somos estúpidos? Loucos? Não, eu não penso assim.


O fato de deixar ir a pessoa provavelmente já foi feito subconscientemente, e se manifesta sob a forma de dúvida, de não querer ser visto de uma certa maneira, andando em cascas de ovos, ou sabendo que um fim é inevitável e se apegar a algo que nunca foi seu.

O que precisamos fazer é deixar ir o nosso pensamento de manter esta pessoa.

Na maior parte, isso é medo. Medo de estar sozinho, medo de falhar como amante ou amigo, medo de perder o conforto que a pessoa fornece. Melhor dizendo – perder o conforto de saber o que esperar dessa pessoa, embora isso nem sempre seja bom

Temos que quebrar nossos vícios dolorosos, que vêm na forma de outras pessoas. Se nunca fizermos isso, nunca encontraremos aqueles com os quais devemos estar. Temos de deixar ir o  entorpecimento disfarçado de conforto, a fim de experimentarmos o amor e a amizade em seu estado mais puro.

A fim de encontrarmos as coisas nesta vida que valem a pena ser mantidas, devemos primeiro dominar a arte de deixar ir.

____

Traduzido pela equipe de O Segredo – Fonte: Thought Catalog

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.