Família

Depois de 200 dias separadas, gêmeas se encontram e dão as mãos: a saudade era grande!

capadepois de 200 dias separadas irmãs gêmeas se encontram e dão as mãos a saudade era grande

Essas gêmeas provaram que a conexão criada na barriga da mãe continua viva. Sua cumplicidade é grande!



Os irmãos possuem um vínculo muito forte e poderoso, especialmente quando dividem o mesmo ventre e chegam juntos a este mundo. É isso o que duas irmãs de Atlanta, nos Estados Unidos, estão provando.

Cora e Miller McCoy são gêmeas idênticas, que nasceram com apenas 30 semanas de gestação e problemas de saúde. Ainda durante a gestação, de acordo com a NBC WXIA, ambas foram diagnosticadas com sequência de policitemia de anemia gêmea (TAPS), uma forma rara de síndrome de transfusão de gêmeos (TTTS), e restrição de crescimento intrauterino seletivo (sIUGR).

A TTPS ocorre com gêmeos ou bebês múltiplos quando suas “conexões de vasos dentro da placenta não são distribuídas uniformemente e há um desequilíbrio na troca de sangue entre os gêmeos”. O sIUGR acontece “quando a placenta não é distribuída uniformemente entre os gêmeos” e pode levar à desnutrição de um dos bebês, segundo a Johns Hopkins Medicine.


2depois de 200 dias separadas irmãs gêmeas se encontram e dão as mãos a saudade era grande

Direitos autorais: reprodução Facebook/Lindsey McCoy.

Ambas chegaram ao mundo com menos de 1kg e a situação de Cora era ainda mais delicada do que a da irmã. Por conta de sua saúde, logo após o nascimento, ambas começaram a receber tratamentos, por isso ficaram mais de 200 dias sem se ver.

No entanto, mesmo com essa longa distância, as irmãs parecem não ter perdido sua conexão.

No final de outubro, ambas se reencontraram no hospital Children’s Healthcare of Atlanta (CHOA), na Unidade de Terapia Intensiva Cardíaca, e protagonizaram uma cena de amor e união.


Cora e Miller foram fotografadas pela equipe do hospital olhando-se e segurando uma na mão da outra. A foto foi postada no Instagram do hospital, com uma legenda especial, que celebra esse vínculo único:

3depois de 200 dias separadas irmãs gêmeas se encontram e dão as mãos a saudade era grande

Direitos autorais: reprodução Instagram/@ childrensatl.

A mãe das meninas, Lindsey McCoy, disse à WXIA que essa foi a primeira vez que as meninas se viram, desde que nasceram, e também a primeira vez que ficou junto com as filhas desde que elas tinham três semanas de vida.

Depois que as irmãs se recuperarem, a esperança é que elas não precisem mais ficar separadas.


Realmente, a conexão com nossos irmãos é uma das mais poderosas, e não importa quanto tempo fiquemos sem vê-los, seu lugar em nosso coração será sempre garantido!

4depois de 200 dias separadas irmãs gêmeas se encontram e dão as mãos a saudade era grande

Direitos autorais: reprodução Facebook/Lindsey McCoy.

Compartilhe este caso de amor com os amigos através das redes sociais!


Florista presenteia profissionais da saúde com buquê de flores em seus carros. Muita gratidão!

Artigo Anterior

Senhor acusado de roubar muda de canteiro chora ao receber dezenas de flores em sua casa!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.