Comportamento

Depois de 42 dias em coma, com covid-19, homem vence a doença e ganha na loteria!

capapos 42 dias internado em coma com Covid 19 homem vence a doenca e ganha na loteria

Um homem de muita sorte! Depois de vencer a doença, Rogério recomeça sua vida muito melhor!



Em mais de um ano de pandemia, já ultrapassa 1,5 milhão o número de casos confirmados no país, cada um deles com uma história particular. Uma dessas histórias, em especial, tem chamado a atenção por ser muito diferente da maioria. É o caso de Rogério Maria, um analista de sistemas que venceu a covid-19 e logo depois ganhou na loteria.

Uma matéria do G1 contou a sua história. Em julho de 2020, Rogério foi infectado pelo vírus, durante o pico da primeira onda. O seu caso se agravou, por isso precisou ser internado na Casa de Saúde de Campinas (SP), onde permaneceu 68 dias, sendo 42 deles em coma.

A baixa imunidade e a internação duradoura provocaram-lhe pneumonia e infecção – teve 80% dos pulmões comprometidos. Precisou de traqueostomia. Rogério também teve trombose generalizada e precisou fazer hemodiálise por 28 dias.


Sua situação era tão séria que, segundo o analista contou ao G1, os médicos chamaram sua família para se despedir dele duas vezes, porque não acreditavam que ele poderia vencer a doença.

Toda a situação também foi muito complicada para a família, especialmente sua mulher, Iracema Teodoro, que se viu com problemas financeiros, além de todo o peso emocional da situação, que envolvia repassar todas as atualizações aos filhos do casal.

No entanto, Rogério estava motivado a lutar pela vida e, mesmo com todas as dificuldades, acordou.

Em setembro, ele voltou para casa, com todas as consequências da covid: perda de 27 kg, pele escurecida por causa dos remédios, queda de cabelo, perda de memória recente, além de lesões nos nervos periféricos das pernas, o que deixariam sem andar por seis meses, segundo os médicos.


2apos 42 dias internado em coma com Covid 19 homem vence a doenca e ganha na loteria

Direitos autorais: arquivo pessoal.

No entanto, nos primeiros quinze dias, ele conseguiu caminhar pela casa e foi melhorando cada vez mais.

Para lidar com o prejuízo financeiro, a família pediu auxílio por internação médica ao INSS, mas o pedido foi negado porque, segundo Rogério, o órgão disse que ele estava apto a trabalhar, apesar de seu atestado de coma fornecido pelo hospital.

Depois de insistir, o homem teria conseguido, até então, apenas uma parcela do total que deveria receber. A insegurança fez com que a família criasse, em dezembro, uma vaquinha on-line para arcar com as despesas.


No entanto, ninguém contava com a sorte, que lhes trouxe uma ajuda num momento de muita necessidade. Rogério participou de um bolão da Mega-Sena da Virada. O grupo conseguiu acertar 5 dezenas, o que rendeu a cada um dos envolvidos o valor líquido de R$ 7.325,26.

Além do benefício financeiro, Rogério começou 2021 muito melhor, com a capacidade pulmonar restabelecida, andando melhor e 13 kg mais forte. Ele também já é capaz de tarefas como corridas, exercícios de força e pular.

3apos 42 dias internado em coma com Covid 19 homem vence a doenca e ganha na loteria

Direitos autorais: arquivo pessoal.

Rogério diz que toda a situação que enfrentou nos últimos meses lhe ensinou a viver mais feliz, e acrescentou que não vai desistir e que aprendeu a valorizar as pequenas coisas da vida.


Que grande mudança e vida! Que Rogério aproveite muito esse tão abençoado recomeço!

Compartilhe sua história através das redes sociais!

Mulher desabafa sobre voltar a trabalhar 3 meses após o parto: “Eu não estava pronta”

Artigo Anterior

Não há jura de amor que prenda uma mulher forte em um relacionamento morno e infeliz

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.