Comportamento

Depois de ouvir que foi “criado para ser preto e pobre”, menino ganha estudo e reforma de casa!

Depois de um episódio muito triste de preconceito, o menino de 12 anos conheceu a verdadeira bondade através de uma mobilização em seu favor.



O racismo é um mal infelizmente bastante comum em nossa sociedade e, em muitos casos, ele não poupa nem mesmo as crianças. Adriel Oliveira, um baiano de 12 anos, aprendeu isso desde muito cedo.

Segundo contado em matéria do G1, o menino, que tem um perfil no Instagram chamado “Livros do Drii”, onde faz resenhas e indica títulos, passou por uma séria situação de racismo no meio de 2020, quando recebeu uma mensagem bastante ofensiva.

Na mensagem, o usuário chamou Adriel de “porco gordo” e disse: “Preto era pra ta cavando mina, não lendo”, acrescentando que o menino “foi criado pra ser pobre e preto”. Ao invés de se esconder, como muitos fariam, Adriel usou essas ofensas para tentar impor respeito por parte das outras pessoas.


Direitos autorais: reprodução Instagram/@livrosdodrii.

Seguindo um conselho da sua mãe Deise Oliveira, ele postou o print da mensagem e escreveu: “Aprende a escrever, cara. Isso não é um insulto, e sim um conselho. E em pleno século 21, pessoas ainda são racistas? Atualizem-se. Insultos acabam com o psicológico de pessoas fracas, esse tipo de coisa não me abala em nenhum ponto. Aliás, tenho orgulho de ser negro.”

Esse foi o primeiro contato de Adriel com o racismo e, apesar de na hora ter gerado indignação, abriu as portas para que muitas pessoas conhecessem sua história e o ajudassem.


O menino recebeu uma doação de livros da Associação Brasileira de Letras (ABL). O presidente da instituição, Marco Lucchesi, disse que Adriel é “realmente admirável”. Outras pessoas de todo o país também enviaram materiais de leitura para ele.

Mas as conquistas não terminam por aí. Seus seguidores no Instagram aumentaram de 240 para mais de 800 mil e ele ganhou diversos “padrinhos”, que o estão ajudando de maneiras incríveis.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@livrosdodrii.


Adriel ganhou uma reforma completa de sua casa, com diversos profissionais doando tempo e conhecimento com muito carinho, um computador para editar seus vídeos e uma bolsa de estudos que lhe permitirá expandir ainda mais o seu conhecimento.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@livrosdodrii.

Atualmente, o jovem mantém o seu perfil na rede social, onde continua compartilhando o que o faz feliz e muito mais fortalecido contra qualquer tipo de preconceito.


O racismo se combate assim, fazendo o bem pelo outro e o ajudando a prosperar. Torcemos para que essa realidade tão triste seja cada dia menos presente na vida de todos nós.

Homens sábios não tentam manipular as mulheres destes 3 signos. Eles conhecem a sua força!

Artigo Anterior

Jogada para fora de carro e acuada pelo trânsito, cadelinha conhece a felicidade ao ser salva!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.