4min. de leitura

Depois de perder a filha, mulher doa mais de 100 litros de leite materno para outros bebês

Com certeza, uma das maiores dores que uma mulher pode enfrentar é a perda de um filho.


Seja em qualquer idade, ninguém está preparado para se despedir da pessoa que mais amou e para a qual mais se dedicou na vida.

No entanto, mesmo em meio à pior das dores, nós podemos encontrar algum consolo ao fazer o bem para outras pessoas, e foi isso o que aconteceu à Alexis Marrino, uma mãe que perdeu a filha de uma forma triste, mas lidou com isso da maneira mais especial possível.

No início do ano, Alexis visitou a clínica pediátrica para fazer o exame de ultrassom e descobrir se o bebê que estava esperando era um menino ou uma menina, foi então que recebeu a notícia que transformaria a sua vida: o feto que carregava era anencéfalo, o que significa que nasceria sem cérebro.


A notícia foi um grande choque para Alexis, que estava ansiosa para ser mãe, e apesar da tristeza e da possibilidade de fazer um aborto, ela decidiu manter a gravidez até o final para que conhecesse o rosto da filha.

Sweet McKinleigh Jade nasceu em 29 de julho de 2019, às 11h49, com poucas partes do crânio e do cérebro desenvolvidas, e viveu por uma hora. Pouco tempo, mas o suficiente para que Alexis e o marido Michel pudessem demonstrar todo o seu amor pela filha e batizá-la.

“Sentir seu pequeno corpo quente no meu peito era muito mágico”, disse a jovem.


Alexis perdeu a filha, mas sabia que o seu organismo continuaria produzindo leite materno por um bom tempo, por isso resolveu fazer algo realmente incrível: doar o seu leite para bebês que precisassem.

“Eu sabia que não poderia salvar a vida dela, mas pelo menos poderia ajudar a salvar a vida de outros bebês”, disse Alexis.

Ela começou a bombear o leite e armazená-lo em potinhos mesmo antes do parto. Em setembro, ela já tinha mais de 1.130 potes para doar, o que resultou em mais de 100 litros de leite materno.

Apesar desse lindo gesto, Alexis revelou que nem sempre foi simples coletar o leite, porque sabia que não seria utilizado para amamentar a filha que tanto desejou.

Como pode ser justo fazer isso pelo bebê de outra pessoa, em vez do meu? (…) Mas, apesar de tudo, continuei e finalmente consegui terminar! Eu queria deixar Sweet orgulhosa e gostaria de pensar que consegui.

O leite doado por Alexis será muito útil para as mães que não são capazes de amamentar os seus filhos por conta própria. Apesar de ter passado por uma grande dor, a sua atitude será lembrada e, mesmo que indiretamente, ela será um pouco “mãe” de todas as crianças que conseguirá ajudar.

Que grande exemplo de Alexis! Compartilhe-o em suas redes sociais!

 

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos. Direitos autorais das imagens utilizadas no texto: reprodução/Facebook @alexis.joiner.75.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.