Família

Depois de perder duas gestações, casal consegue adotar gêmeos: “Família que o Senhor me deu!”

Carla e Rafael haviam perdido duas gestações em 2016, mesmo assim não desistiram do sonho de aumentar a família e conseguiram adotar gêmeos!



Cada família sonha com uma coisa diferente: algumas querem uma casa maior, outras mais oportunidades, apenas saúde, mais felicidade, que o número de integrantes aumente, que o filho entre na faculdade. As possibilidades são infinitas, e a verdade é que não existe um só jeito de se formar o seio familiar.

Família é quem ama, quem se importa verdadeiramente, quem se interessa pelas conquistas, quem reconhece no outro um pouco de si mesmo. O respeito e o amor formam a base mais sólida de qualquer relacionamento importante, sentimentos que começamos a identificar logo após o nascimento.

Os primeiros passos, as primeiras lembranças que temos da infância, a mãe soprando o machucado, o pai ajudando a subir em uma árvore, tudo isso envolve afeto.


Mas em algumas configurações familiares, como é o caso dos pais adotivos, as lembranças não são formadas de maneira linear.

Carla Tenório e seu marido Rafael Araújo tiveram duas perdas gestacionais em 2016. Um dos bebês era inesperado, enquanto o outro já havia recebido até o nome, ambas doeram na mesma intensidade.

Em uma publicação em seu Instagram, a publicitária Carla conta um pouco do que sentiu após essas importantes perdas. Segundo ela, um amigo havia lhe dito, à época que, apesar de toda dor e sofrimento, ele sabia que naquele momento nascia uma mãe incrível. A frase do amigo e uma intensa sensação lhe confirmavam aquilo que ela imaginava, de alguma forma seria mãe!

Direitos autorais: reprodução Instagram/@acarlinha.


Há cerca de dois anos, o casal decidiu entrar na fila de adoção e, em um dia apertado de trabalho, Rafael se aproximou da esposa e mostrou a foto daqueles que seriam seus filhos.

Carla conta que seu coração imediatamente disparou e nem sequer consegue descrever a sensação naquele dia, já que reconheceu, muito antes de o processo finalizar, os seus filhos.


 



Ver essa foto no Instagram



 

Uma publicação compartilhada por Carla Tenorio (@acarlinha)

Com medo de que o processo não desse certo, eles resolveram manter segredo de familiares e amigos, e alguns dias depois fizeram o que Carla chama de “a viagem mais louca de suas vidas”. O casal foi ao Malawi para conhecer Patrick e Patrícia, gêmeos nascidos em 2016, mesmo ano em que perderam seus bebês.

Antes mesmo de conhecer as crianças, Carla explica que já orava por elas, pedindo proteção divina, já que ela não podia estar presencialmente fazendo isso.

A simples ideia de que algo poderia acontecer às crianças, que não tinham sua proteção, fazia-a chorar, e ela foi se preparando para o momento em que finalmente conheceria seus filhos.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@acarlinha.

Mesmo parecendo repentino, a publicitária acredita que aquele encontro estava marcado havia muito tempo. Aos poucos, e dentro de seu tempo, as crianças foram se sentindo cada vez mais confortáveis e, em 2020, oficialmente o casal passou a ser pai e mãe dos pequenos gêmeos. Carla e Rafael usaram um momento de profunda tristeza para conseguir ressignificar tudo aquilo que estava acontecendo!

O que você acha desta história?

Comente abaixo e compartilhe-a nas suas redes sociais!

Filha usa as próprias economias para ajudar mãe a quitar contas e recebe doação para pagar faculdade!

Artigo Anterior

Para ajudar mãe a dar à luz, parteira não mede esforços e usa porta como maca para carregá-la!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.