Animais

Depois de sofrer maus-tratos, cão resgatado tem dificuldade para dormir. Teme sofrer agressões!

O passado de Buddy foi marcado por violência e solidão tão impactantes, que lhe causaram traumas visíveis.



Quanto tempo leva para superar um trauma? Alguns podem dizer que tudo vai depender da gravidade do que aconteceu, do círculo social atual, se faz acompanhamento ou não. Outros podem afirmar que nunca superamos totalmente um momento traumatizante, apenas aprendemos a lidar com a dor.

Os animais também sofrem traumas violentos, mas como não conseguem se expressar em palavras, e muito desse sentimento acaba soterrado. Cães que passam pela experiência do abandono talvez se encaixem nessa categoria, alguns chegam a passar anos sem nenhuma companhia, sendo maltratados nas ruas, sem alimento e lugar para dormir.

Buddy é um desses animais que, infelizmente, tiveram a vida entrecortada por experiências traumáticas e tristes. Foram anos abandonado nas ruas, sofrendo maus-tratos de pessoas negligentes e que nem sequer o conheciam. O sofrimento foi tamanho, que nem após a adoção o animal conseguiu descansar.


Enquanto nós temos, em alguns casos, a possibilidade de um acompanhamento psicológico, aos animais resta apenas a cura com o tempo.

Muitos não conseguem ser adotados porque suas personalidades incomodam seus cuidadores que, na primeira oportunidade, os devolvem aos abrigos ou simplesmente os deixam ao relento.

Direitos autorais: reprodução TikTok/@megan_quiroz.

A jovem Megan Quiroz compartilhou, recentemente, em suas redes sociais, um vídeo em que mostra a extensão dos traumas psicológicos de Buddy.


Ela o encontrou perambulando pelas ruas e decidiu levá-lo para sua casa, sabia que ele provavelmente havia passado por maus bocados, mas não imaginava como isso o afetava.

 

@megan_quirozMi chiquito🥺♬ my audio yellow – 𝒷♡


No vídeo que a garota compartilhou, Buddy luta contra o sono, com medo de sofrer alguma agressão, como acontecia quando morava nas ruas.


Na legenda, Megan escreveu que não sabia como explicar ao cãozinho que ele já não morava mais na rua, por isso não precisava mais estar em alerta.  Ela não sabia como fazer o cachorro compreender que poderia dormir em paz porque, finalmente, tem um lar.

Nesses momentos, é preciso despender muito amor e compreensão e, no vídeo, é possível ver que é justamente isso que a jovem tem a oferecer. Não é apenas um cachorro que luta contra o sono porque deseja brincar mais, é visível que ele sofre com acontecimentos do passado, sendo perseguido pelo medo e pela incerteza.

A adaptação do animal vai ainda demorar muito tempo e, mesmo que já seja possível ver alguns progressos, a estrada ainda é longa.

Nem todos conseguem superar um passado doloroso, nem todos sabem lidar com os traumas mas, com amor, é possível entender que existe uma realidade diferente, que a vida não nos reserva apenas dor e sofrimento, mas que também temos encontros calorosos e bons sentimentos emanando dessas relações.


Comente abaixo e compartilhe este caso nas suas redes sociais!

Mãe autista é expulsa de parque com sua família porque polícia achou seu short “muito curto”

Artigo Anterior

Cão conforta amigo potrinho, que ficou órfão. Amizade que fortalece!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.