O Segredo

Depressão: o grande desafio dos nossos dias!

DEPRESSÃO O GRANDE DESAFIO capa e foto 01

A depressão é o problema de saúde pública mais comum no mundo nos últimos 20 anos. A indústria farmacêutica encontra aqui a sua “galinha dos ovos de ouro”. Sociedades em crise, famílias em crise, problemas económicos, guerras, violência, exploração do ser humano, medo de viver, dificuldade de lidar com os grandes desafios da vida que são: a dor e a mudança.



E assim tantas vezes a solução encontrada é a apatia, o adormecimento, o desligar-se mesmo que de modo ilusório, o desresponsabilizar-se da situação! E assim começa o caminho do fármaco que se mantem muitos anos e por vezes metade de uma vida.

Resolveram-se os problemas deste modo? NÃO, apenas se criaram mais alguns….

Existem vários tipos de depressão: bipolar (com alterações de humor entre euforia e tristeza profunda), major, reativa (após um acontecimento doloroso na vida, a morte de um ente querido, um divórcio), pós-parto, atípica, sazonal (mais comum no inverno), ligada à síndrome pré-menstrual.


Há sintomas comuns como tristeza permanente, falta de vitalidade a todos os níveis, irritabilidade, isolamento, insónia, falta de apetite ou até comer em excesso, pensamento frequente sobre morte e suicídio chegando em situações extremas a tentativas do mesmo.

Também há sintomas físicos que acompanham os estados depressivos: dor de cabeça frequente, maus estar físico geral, sensação de aperto na garganta e no peito, faltos de ar, ataques de pânico.


As causas da depressão são muito variadas:


depressao-o-grande-desafio-foto-o2

  • Alteração dos neurotransmissores como serotonina e noradrenalina (sendo esta a base bioquímica da doença)
  • Doenças oncológicas e crónicas

  • Efeitos secundários de alguns medicamentos (tais como os que são dirigidos ao emagrecimento)
  • Fatores genéticos
  • Instabilidade hormonal (SPM, gravidez, menopausa)
  • Idade avançada acompanhada de solidão e doenças físicas

  • Consumo excessivo de álcool e drogas
  • Traumas (violações, abusos, violência doméstica)
  • Acontecimentos dolorosos na vida (divórcio, morte de um ente querido, desemprego ou situações que acarretem grande pressão (exames, projetos importantes)


É preciso identificar o fator desencadeante para ter a melhor abordagem.

Embora haja um grande panóplia de fatores, a maioria das pessoas que hoje em dia consome fármacos antidepressivos tem dificuldade em lidar com a dor e a mudança dos acontecimentos da vida e procuram abafá-la dessa forma, mas infelizmente não tem sucesso, pois os problemas não resolvidos vão aumentando até se tornarem insuportáveis.

1º Pare e reflita: relativize o seu problema e depois olhe para ele de novo. Tudo tem solução e muitas vezes o que parece um drama hoje, amanhã constatámos que foi o melhor que nos podia ter acontecido. Por vezes a perda de um emprego, leva á realização de um sonho antigo.



2º Procure alguém que o possa ajudar, mas nunca entregue o seu poder interior, sinta se essa informação é boa para si. A sua intuição pode guiá-lo da melhor forma.


3º Procure atividades e pessoas positivas que o inspirem e lhe mostrem novos caminhos e oportunidades.



4º Faça mudanças alimentares, pois uma boa alimentação vai dar-lhe mais energia, vitalidade e equilibrar os neurotransmissores. O nosso cérebro é constituído em 60% por Ômega 3 e a sua falta pode originar perda de memória, tristeza, irritabilidade, angústia. Existem fontes de origem animal como é o caso dos peixes e crustáceos, mas eu prefiro as fontes de origem vegetal como as sementes de chia, sementes de linhaça, brócolos, rúcula, espinafres, azeite.


É importante consumir alimentos que melhoram o humor e são ricos em triptofano, cálcio e magnésio, como:


depressao-o-grande-desafio-capa-e-foto-01

  • Frutas oleaginosas: castanha do Pará, amêndoa, caju, nozes
  • Banana, abacate, maçãs, diospiros, tâmaras (de preferência Medjool)
  • Batata-doce, beringela, feijão vermelho, preto, azuki, ervilhas, acelgas
  • Pevides de abóbora, tofu, aveia
  • 1 Quadrado de chocolate com 70% cacau após o almoço

Comece o seu dia com um batido feito com bebida de castanha do Pará, banana, 1 colher de chá de Maca (super alimento) e terá energia para uma boa parte do seu dia. Faça uma caminhada de 30 minutos, vai ajudar a elevar os níveis de triptofano.

Acredite no dia de amanhã. A vida apresenta-nos um mar de possibilidades infinitas que se vão revelando em cada dia, não se limite a uma onda apenas desse mar.

Isabel Costa – Naturopata e Hipnoterapeuta

Construa pontes…

Artigo Anterior

E ela passou, com uma vontade imensa de ficar…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.