5min. de leitura

Desapegue-se de suas limitações para ser feliz

“Não acredite em nada, não importa onde você leu, ou quem disse, não importa se eu disse, a menos que esteja de acordo com sua própria razão e seu próprio senso comum.” Buda



Uma das coisas mais importantes para ser feliz é aprender e entender por que devemos desistir de nossas crenças limitantes.

Não sei quantos de nós estamos conscientes das muitas crenças limitantes que temos, e quantas dessas crenças foram transmitidas a nós desde o dia em que nascemos, pela nossa família e amigos, nossos professores, colegas de trabalho , a mídia, e muitas das pessoas ao nosso redor. Suas crenças, suas limitações, suas percepções do mundo, do que foi/é possível ou impossível foi entregue a nós, e nós permitimos que todas elas nos moldassem e nos tornassem as pessoas que somos hoje. Baseado em todas essas crenças criamos nossa própria realidade, o nosso próprio mundo, com base em todas essas crenças e limitações que criamos a vida que agora vivemos, não percebendo que muitas das crenças não são mesmo nossas.

“Defenda suas limitações, e com certeza, elas serão suas.” Richard Bach


De alguma forma todos os condicionamentos do passado e todas essas crenças e limitações nos levaram para longe de quem realmente somos. Com cada nova crença e limitação sobre o que pode ser feito e sobre o que não pode ser feito, nós adicionamos mais e mais “sujeira”, e cada vez mais “lama” em cima de nós mesmos, escondendo nossa verdadeira essência, escondendo quem realmente somos, de nós mesmos e daqueles ao nosso redor.

A boa notícia é que todas essas coisas podem ser mudadas, porque não importa o que nos aconteça sempre temos uma escolha e nós sempre temos o poder de fazer algo sobre isso e mudar de marcha, para mudar a nós mesmos, nossos pensamentos, nossas crenças, nossas circunstâncias e nossas vidas. Ao fazer isso, e “À medida que deixamos nossa própria luz brilhar, inconscientemente damos às outras pessoas permissão para fazerem o mesmo.” Marianne Williamson

Em um momento de consciência, um momento de sanidade, você é realmente capaz de compreender e ver realmente quem você é por baixo de tudo, e se de alguma forma você se perder, haverá sempre uma voz dentro de sua cabeça e seu coração chamando e pedindo para você voltar para si mesmo, para voltar para quem você realmente é, para realizar a sua verdadeira essência, e quando isso acontece, “Quando você percebe de onde você vem, você se tornará naturalmente tolerante, desinteressado, divertido, de bom coração como uma avó , digno como um rei “Lao Tzu.


Se você tiver alguns desafios para lembrar quem você é, volte ao tempo em que você era uma criança despreocupada que se sentia como se todo o mundo o pertencesse. Ao voltar no tempo, lembrando os fortes sentimentos e emoções, a maioria dessas limitações que foram impostas a você em todos esses anos irão começar a descascar, e você será capaz de voltar a sentir-se livre como uma criança, e uma vez mais sentindo que o mundo inteiro pertence a você, porque a verdade é que o mundo pertence a você e a todos nós.

Lembre-se de questionar tudo e sempre verificar se os seus pensamentos e suas crenças estão capacitando ou limitando-o. “Não acredite no que seus olhos estão dizendo. Tudo o que eles mostram é limitação. Olhe com a sua compreensão, descubra o que você já sabe, e você verá o caminho para voar. “Richard Bach

Você sabia que O Segredo está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.