A desconfiança na sociedade: hoje quem pouco ajuda, muito julga!

4min. de leitura

Em um mundo de desconfiança nós vivemos hoje. A dificuldade em confiar nas pessoas cada vez mais é um problema na sociedade devido a tantos fatores que não precisamos recordá-los aqui.

A falta de confiança pode nos atrapalhar a viver momentos únicos e lindos. A falta dela em relação a pessoas próximas, que é o que vemos muito hoje, é algo muito sério. Muitos de nós, quando falamos em relacionamentos, a primeira palavra que vem à cabeça é a confiança. Mas fora do círculo de relacionamento casal, e sim a confiança na sociedade.



Estamos em um momento em que deixamos de ajudar o próximo por falta de confiança no ser humano. Uma sociedade triste que anda pelas ruas e se evita olhar dentro dos olhos uns dos outros, porque ninguém confia em ninguém.

É muito comum escutarmos os problemas de uma nação como a nossa, e que outro lugar é melhor, que a grama do vizinho é sempre mais verde, não é mesmo?! Vamos olhar por um ângulo maior e perceber que confiança, a falta dela, é um problema hoje mundial.

Não conseguimos conhecer o próximo, conhecer outra cultura, porque não temos confiança nas pessoas. 

Muito se fala em Lei da Atração e que o que pensamos atraímos. O que fazemos também atraímos, então vamos distribuir bondade e atrair bondade. Vamos acreditar na gentileza, vamos ajudar o próximo com o coração e poder conhecer lugares e pessoas incríveis confiando mais nelas. Deixamos de visitar lugares que são julgados como ruins, deixamos de conhecer pessoas pela desconfiança de que aquela pode nos ferir, de alguma forma, em algum momento.


Quando somos parados na rua por alguém pedindo dinheiro, logo pensamos sobre o porquê ele precisa do dinheiro e que é óbvia a mentira contada para conseguir um trocado. Mas quantas pessoas precisam de verdade de algo e não ajudamos por desconfiar?

Vamos tentar ajudar sem julgar. Sem esperar nada em troca, que é o outro ponto deste problema, as pessoas só ajudam porque esperam algo de volta.

O universo devolve sim o que se faz, mas o que for feito de coração. Com desconfiança e julgamentos, sua doação, por exemplo, não terá valor algum.

Quando a ajuda for em dinheiro, vamos pensar que um pouco de nossa energia também será entregue para aquela pessoa. Não foquemos no dinheiro, e sim na luz que essa pessoa pode até precisar mais do que o valor entregue. Se não pudermos entregar algo material, entregue sua energia positiva e suas orações para essa pessoa. Não os julgamentos.


O respeito, a compaixão, como falamos tanto hoje em dia, a gratidão. Do que vale tudo isso para nós, quando damos as costas para quem realmente precisa?

Não deixe a desconfiança impedir que você espalhe o bem pelo mundo. Espalhe amor, e receba amor.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: silroby / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.