4min. de leitura

Descubra agora se você vive no piloto automático e o significado disso na sua vida!

Será que você vive no piloto automático? Algumas das situações abaixo são comuns para você?

  • Está sempre atrasado?
  • Sempre correndo contra o tempo?
  • Esquece onde colocou as chaves da casa ou do carro?
  • Costuma perder documentos importantes?
  • Nunca consegue um tempo para você?
  • Come qualquer coisa porque está sem tempo?
  • Acha todo mundo devagar demais?
  • Está sempre apagando incêndios (prazos estrangulados, tudo para ontem)?
  • Volta para conferir se trancou a porta ou se fechou o gás?
  • Está cansado, desanimado, sentimento de incompreensão, peso nas costas?

Se você disse sim para dois ou mais itens acima é muito provável que viva no piloto automático e não tenha percebido. Calma, está tudo bem.

É possível que você respire mal, e que esteja neste exato momento respirando pelo tórax. Este é o primeiro sintoma de quem vive brigando com o tempo.


Na respiração torácica o tempo voa, faço muitas coisas, mas não sinto o presente, estou sempre a pensar no que vem pela frente.

Com o tempo, esse modo de viver traz insatisfação, stress, ansiedade, confusão mental, medo, desânimo, e muita frustração. O cansaço bate e podem aparecer as doenças.

Para viver melhor, o mais importante agora é, simplesmente, respirar bem. Experimente fechar os olhos e respirar. Isso significa encher a barriga de ar (pelo nariz) e esvaziar, murchando a barriga (com o ar também saindo pelo nariz), no seu tempo. Assim fazem as crianças e os animais quando dormem. É a respiração abdominal que acalma e nos transmite autocontrole.


A oxigenação do cérebro vai melhorar e trazer clareza mental e um sentimento de paz. Qualquer pessoa pode fazer isso em qualquer tempo e lugar, e ninguém precisa saber.

Você já viu uma árvore que dá frutos 365 dias por ano? Nem eu. Assim também somos nós: “…há tempo para todo propósito debaixo do céu… tempo de nascer e tempo de morrer… tempo de plantar e tempo de colher… tempo de falar e tempo de calar…” –  Eclesiastes

A proposta de hoje é parar e refletir e, se preciso, dar-se o tempo necessário para o recolhimento, o que nos dias de hoje parece impossível com a “frenética necessidade” de estar presente nas redes sociais.

Essa parada pode lhe trazer aquele insight que você realmente precisa. Já percebeu que suas melhores sacadas podem aparecer nos momentos mais inusitados? Debaixo do chuveiro, observando o céu, amarrando os sapatos, olhando um outdoor, porque o cérebro continua buscando uma resposta, mesmo quando não estamos focados na pergunta. Por exemplo, uma das vezes que parei, decidi iniciar o Kung Fu, algo antes inimaginável para mim.


Muito boa sorte e ótima parada!


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: mettus / 123RF Imagens





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.