publicidade

“Deus chegou em casa!”, diz avó ao receber alimentos doados ao neto autista, que pedia dinheiro na rua

Yonael é autista e não pode ficar exposto ao sol, mas devido à falta de dinheiro em casa, teve de ir às ruas pedir dinheiro para ajudar a avó em casa.



Todos os dias, somos “bombardeados” com dezenas de más notícias, mas você está prestes a conhecer mais uma daquelas iniciativas que enchem o nosso coração de esperança e fé na humanidade.

Essa história aconteceu no estado de Lara, na Venezuela, país que vive em profunda crise econômica, que transformou sua população numa das mais pobres do mundo. E é lá que vive o jovem Yonael e a sua avó, numa situação de extrema pobreza. Por conta da falta de dinheiro, o garoto se viu obrigado a sair às ruas para pedir dinheiro a fim de comprar alimentos e manter a humilde residência onde vivem.

Direitos autorais: reprodução Facebook/Proyecto Sol Blanco.

Mas, como se não bastasse a situação de mendicância em que o garoto vive, que por si só já é de partir o coração, Yonael ainda enfrenta dois outros graves problemas.


Ele é autista, o que lhe provoca dificuldade de comunicação e interação social. Tal problema exige acompanhamento frequente por médicos e psicólogos que, por motivos óbvios, essa pequena família não tem como bancar.

Para piorar a situação, o garoto tem albinismo, motivo por que não poderia ficar exposto ao sol por longos períodos, situação que, claro, ele também não pode evitar, porque precisa arrumar o dinheiro para ele e a avó viverem.

Mas a história deles começou a mudar graças à iniciativa do “Projeto Sol Branco”, que divulgou a história do garoto e sua avó no Facebook. Na postagem, os voluntários do projeto falaram sobre a condição do garoto e pediram doações para a família, principalmente de alimentos, para que Yonael não precisasse mais pedir dinheiro nas ruas, pelo menos por alguns meses.

Direitos autorais: reprodução Facebook/Proyecto Sol Blanco.

O grupo pedia a ação urgente de outros voluntários, porque Yonael e sua avó não podiam mais passar fome, da mesma forma como o garoto também não podia mais colocar sua saúde em risco. Contudo, a iniciativa deu certo. Apenas uma semana depois da postagem, o projeto fez uma nova postagem, agradecendo a solidariedade de um grupo de pessoas que doaram todo tipo de alimento de que a família necessitava.


Na legenda das fotos, que mostram o garoto ao lado dos sacos de arroz, macarrão e outros donativos, o projeto escreveu.

“Diz a Bíblia: ‘Se ajudares o pobre, emprestas ao Senhor, e ele vai pagar-te! Pois eu estava com fome e vocês me alimentaram. Estava com sede e me deram de beber’”, citaram os administradores da página.

De acordo com os voluntários, Deus foi justamente a primeira coisa que veio à cabeça da simples senhorinha ao ver todas as doações chegando à sua residência.

“Deus chegou em casa”, teria dito a idosa ao ver os voluntários da Paróquia Nossa Senhora das Américas, levando todos os alimentos para ela e o neto.

Mas as boas iniciativas não param por aí. Depois de garantir o alimento para a família, os voluntários ainda se comprometeram a continuar juntando doações, pois no futuro eles ainda querem assegurar os estudos do garoto e ainda dar uma casa nova para ele e a avó. Quanta solidariedade!

O que você achou da iniciativa desses voluntários?

Dê sua opinião nos comentários e não se esqueça de compartilhar esta matéria nas suas redes sociais.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.