Dicas para começar a trabalhar a sua espiritualidade:

5min. de leitura

Muita gente me procura dizendo que gostaria de trabalhar a sua espiritualidade mas que não sabe como fazer isso.

Acho curiosa essa “falta de intimidade” que as pessoas tem com o próprio espírito. Na verdade, sinto que existe uma idealização grande sobre esse tema. Muitos acham que o espírito é algo “do além”, meio sobrenatural ou algo que está fora da gente e da qual querem muito se aproximar. No entanto, o espírito é algo muito mais simples, mais real e bem mais fácil de ser acessado.



Todos nós temos, além do nosso corpo físico e nossa mente racional, um espírito, que é como uma versão melhorada de nós mesmos, um estado de consciência superior, um pedacinho de Deus que habita em cada um de nós.

E esse lado divino está e sempre esteve com a gente. Você pode não ter percebido ainda ou não ter dado muita atenção, mas ele está aí! Todos nós somos seres espirituais, do ateu convicto ao monge budista.

Então quando as pessoas falam que querem trabalhar a sua espiritualidade, sinto que o que querem, na verdade, é ouvir o que o espírito delas tem para dizer.

Começar uma relação mais próxima com esse lado divino, essencial. E para ajudar nessa tarefa, separei aqui algumas dicas.


– Dedique um tempo para a prática espiritual

Não adianta ter a vontade de ouvir o espírito e não dedicar um tempo para isso, certo? Precisamos encontrar espaço em nossas rotinas agitadas para se dedicar ao recolhimento e a escuta do nosso mundo interno. E não precisa de muito. Pode ser cinco minutos diários de meditação, um momento de oração antes de dormir. Busque livros que falem sobre o tema ou experimente ir em grupos que trabalhem com práticas espirituais com as quais você se identifique. Dê o pontapé inicial!


– Fique em silêncio

Nosso espírito fala com a gente o tempo todo mas temos dificuldade de entender porque não é uma comunicação racional, processada pela mente. O espírito trabalha no campo das energias sutis e fala muito através da intuição, dos sonhos, por meio de imagens e mensagens em meditações, entre outras formas. E para acessar essa voz interna, se escutar, é preciso silenciar. Não tem milagre, é simples.

Como somos muito racionais e agitados, temos muita dificuldade de silenciar. Mesmo quando não estamos trabalhando, quando temos um tempo livre, nunca usamos para o silêncio, estamos sempre usando o celular, navegando nas redes sociais, nos distraindo. Silenciar é fazer nada mesmo, é dedicar um tempo para si mesmo. E ficar atento ao que acontece dentro da gente, perceber o que estamos sentindo, o que queremos. Isso nos acalma e permite que, aos poucos, consigamos entender essa linguagem delicada da intuição e dos sinais que chegam pra gente.



– Monte um altar

Gosto muito da prática de montar um pequeno altar em casa. Pode ser com imagens de divindades com as quais você se identifique, objetos sagrados ou com algo que represente os elementos como cristal (terra), vela (fogo), copo com água e incenso (ar). Criar um espaço físico em casa para a prática espiritual dá incentivo e ajuda a criar também um espaço interno para a prática.


– Peça para que seu espírito se revele

E se quiser escutar mais o seu espírito, coloca essa intenção! Diga para o Universo, escreva, peça pra Deus, mentalize. Sempre que colocamos a intenção em algo, tudo fica mais forte. E fica atento aos seus sonhos, a sua intuição, a convites e outros sinais que com certeza vão aparecer.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.