Bem-Estar e SaúdeDicasEmoçõesO Segredo

Dicas para relaxar em momentos de estresse e nervosismo:

O que fazer naqueles momentos em que nos sentimos tomados pelo nervosismo e sentimos que perdemos o controle de nosso corpo? Uma situação de estresse séria, por motivos financeiros, de saúde, profissionais ou emocionais, pode nos causar ansiedade, sudorese excessiva, tremores, desespero, choro, etc.



***

Neste artigo, compartilharemos seis dicas que podem ser a solução definitiva para recuperar o controle sobre nós mesmos nesses momentos de estresse e nervosismo.

Estimular a produção de saliva para relaxar


saliva_lingua_boca-500x334

Esta dica parece estranha, mas tem uma explicação fisiológica. Você já deve ter notado que, quando estamos nervosos, a boca fica seca. Isso acontece porque nosso sistema nervoso simpático, responsável pela resposta de fuga ou luta, é ativado. Ele é sempre ativado em uma situação de perigo, e nos ajuda a lutar para nos defender ou a fugir.

Com esta dica, é possível obter um relaxamento rápido, mas discreto, que tem a vantagem de poder ser realizado em qualquer momento ou lugar.

Como fazer:


Ao notar a boca seca, comece a mover a língua, imitando o movimento de mastigar, para gerar saliva em abundância. À medida que sentir que formou saliva o suficiente, engula-a até que o sistema nervoso se equilibre com esta dica rápida e fácil.

— Outra opção é mascar chicletes sem açúcar. Eles podem ter um efeito calmante, sobretudo para pessoas que costumam aliviar a ansiedade comendo coisas doces, como chocolate.

O chiclete sem açúcar não engorda e tem efeitos tranquilizadores, mas deve ser evitado por quem tem tendência à gastrite, ao simular a mastigação, o organismo estimula o estômago a produzir mais ácido.



Respiração lenta e profunda

respirar_com_consciencia-500x353

Cada vez mais estamos respirando de maneira rápida e curta, sem prestar atenção a essa importante atividade. A respiração é o motor do nosso corpo, sendo vital para a vida. Além disso, a respiração tem uma influência direta sobre o sistema nervoso. Assim, ao respirar profundamente, é possível reverter graves situações de estresse.

Diante de uma crise, é normal que a respiração se torne curta e rápida, o que se chama de “hiperventilar”. Se essa situação se demorar por longos períodos, o corpo começa a ficar privado de oxigênio. A respiração mais saudável é a profunda, lenta, longa e relaxada.


Como respirar com mais consciência:

— Se puder, sente-se ou deite-se em uma posição confortável. Se não puder, faça os exercícios de pé mesmo.
— Feche os olhos e se concentre na sua respiração. Atenção: este exercício deve ser realizado de olhos abertos se você estiver dirigindo ou realizando alguma atividade que exija atenção, é claro, mas não custa lembrar!
O movimento natural e completo da respiração deve começar primeiro na parte inferior do abdome, e depois subir até os pulmões, enchendo o peito. Se quiser, conte até três, lentamente.


— Para expirar, faça o inverso, esvaziando primeiro os pulmões e depois a barriga.
— Faça isso lentamente, com uma mão sobre a barriga e outra no peito, para perceber melhor o movimento.
— Respire sem forçar, deixando que o tórax se encha de maneira natural, cada vez mais.

Respiração profunda com grounding


Uma das maneiras mais populares e eficazes de acalmar o corpo é fazendo o grounding, um exercício terapêutico que se chama “enraizamento”.

— De pé, separe as pernas a uma distância um pouco maior que a dos ombros, mantendo os pés bem firmes no chão.
— Imagine que, dos seus pés surgem raízes que penetram profundamente no solo e chegam até o centro da Terra. Sinta todo o apoio e suporte abaixo de seus pés. Deixe que essa energia suba pelas suas pernas e vá até seu peito e coração.
— Agora, lentamente, dobre os joelhos e abaixe o corpo, mantendo a coluna reta, enquanto expira profundamente, contando até três.


— Inspire lentamente, também contando até três e esticando os joelhos. Repita pelo menos dez vezes ou até se sentir mais calmo.


Massagem no peito

massagem_no_peito-500x334


Algumas pessoas sentem uma opressão no peito quando passam por uma grave crise. Isso é comum, pois o coração sofre diretamente os traumas emocionais repentinos ou intensos.

Como fazer:

— O melhor é fazer este exercício deitado, para poder fazer mais pressão sem nos cansar, mas também pode ser realizado de pé ou sentado.
— Coloque a palma da mão aberta no centro do peito, sobre o esterno. Ponha a outra mão por cima para ajudar a fazer pressão.
— Pressione com as duas mãos para poder mover a pele. O objetivo é mobilizar os tecidos que recobrem o peito, que se contraem com o estresse. Realize movimentos circulares lentamente, no sentido horário.


Floral de Emergência

valeriana-passiflora-500x323-500x323

O Floral de Emergência é como se conhece um dos florais do Dr. Bach, que nos permite melhorar quase que imediatamente em todos os tipos de situações difíceis. A vibração deste floral nos permite atuar com mais calma e reflexão.

Pode-se comprar este floral em herbolários e farmácias e tê-lo sempre à mão para quando precisarmos.

Como tomar?

— Podemos tomar o Floral de Emergência durante horas, dias ou semanas, mas não deve ser um tratamento prolongado, pois foi pensado para situações agudas. Para problemas crônicos, pode-se tomar um floral personalizado específico para nossa situação em particular. Você pode se consultar com um terapeuta floral para saber qual o tratamento mais indicado para você.
— Coloque quatro gotas do floral Emergência sob a língua de hora em hora. Não há risco de dose excessiva.
— Florais não têm contraindicações nem efeitos adversos, e as crianças e grávidas também podem tomá-los!

Insônia: um sinal de alarme!

Artigo Anterior

A relação entre o torcicolo e o estresse – aprenda a trata-lo:

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.