Diga sim à liberdade… abra-se para o novo. Diga sim às infinitas possibilidades…

6min. de leitura

O olhar do outro é o único lugar onde posso ver o amor brilhando e transbordando na ânsia de me encontrar.

Quando alguém especial me abraça, enlaça, eu me sinto imediatamente, num passeio pela via láctea.



Algumas pessoas se atraem por energias semelhantes e ganham muitas oportunidades da vida para um contato mais profundo, mas as vezes não se enxergam, até que a urgência do momento se revele.

Somos a todo momento assediados pelos sinais da vida, somos o alvo a ser atingido ou não, por flechas velozes, capazes de curar ou ferir um coração. Muita gente, por desconhecer o quanto pode ser feliz, diz não.

Eu prefiro dizer sim. Digo sim às possibilidades, porque se não experimento não posso saber de nada…

Não posso viver aventuras ou admirar luas, em noites e silêncios serenos, de mãos dadas com meu sentimento. Gosto de olhares profundos, cruzados, corpos entrelaçados, desejo e paixão, amores, sofreguidão, intensidade em tudo, porque se o sentimento estiver morno ou frio, estamos longe da surpresa de nos encantar com a descoberta, não só do corpo, mas, principalmente, da essência do outro.


Eu prefiro dizer sim, o sim significa a liberdade de abrir-se ao novo e o novo vem sempre embrulhado para presente, com papel lindo, dourado, trazendo o brilho de uma nova experiência ou aventura, um novo trabalho, amizade, ou novo relacionamento.

Liberdade é o sabor de cada instante, porque ser livre é ser amante, de si e da vida. Não consigo viver na mesmice, trabalhando ou agindo automaticamente, sem me empenhar ou me dedicar naquilo que estou fazendo, não consigo atuar não querendo, preciso estar sempre aliada, afinada ao meu sentimento. Em amor, então, que é terreno sagrado, eu gosto de aceitar as oportunidades do destino, claro que com limites.

Se digo não e bloqueio uma pessoa, se não a aceito em meu convívio, como posso conhecer o mundo de infinitas possibilidades boas que ela, assim como todas as pessoas, carregam dentro de si?

Se digo não a uma pessoa ou relacionamento, posso estar recusando não só para alguém como também para mim, a oportunidade de, no mínimo, aprender algo; posso estar negando ao meu amor que sempre quer transbordar, a chance de fluir em energia, de se entregar em luz e confiança, posso estar bloqueando prazer, uma aliança de harmonia, surpresas, viagens, passeios, momentos a dois tão profundos que jamais serão esquecidos e que, sempre que lembrados, trarão conforto à alma. Cuidados, é claro, serão tomados, mas sem exageros, porque tudo que é exagerado cobra seu preço abusivo.


Se fosse falar de minha própria experiência, não daria só um filme e sim uma saga de pura emoção, porque tive dois casamentos, muitos namorados (esses ainda tenho), seis empregos, muitos trabalhos independentes, inúmeros e fiéis amigos, morei três anos fora do Brasil, sofri, chorei, sorri, dei muitas gargalhadas, amei como todos, mas, principalmente, jamais me deixei enganar por coisas ilusórias que nada acrescentam e ainda roubam o amor-próprio e o ânimo para cada novo dia. O ego está sempre a postos para enganar e boicotar a verdadeira felicidade de todos. Tive e tenho sempre a coragem de seguir adiante e agora, gostaria de dizer

A você que, por favor, sem demora, não perca o seu foco, não se deixe levar como gado no rebanho, concordando com aquilo que não lhe satisfaz, peça e acredite sempre mais, porque vivi e tive tudo o que sempre sonhei, por uma única razão: fé em mim, na vida, no universo, uma fé muito forte, uma intuição aguçada mas principalmente, coragem para dizer sim às oportunidades, porque sou uma pessoa livre e, para mim, a liberdade é o maior bem que uma pessoa tem, mas que nem sempre, infelizmente, reconhece como sua por direito, inerente ao nascimento.

A liberdade, ainda que tardia, ainda que pareça arredia, nos pertence em confiança. É como se a gente assinasse uma aliança com a alegria, é o maior bem que alguém pode ter.
Liberdade é carta de alforria e escravidão que sacia, liberdade é prazer.

Costumo dizer que minha vida é um livro aberto sempre na mesma página: introdução. Escreva na sua momentos profundos, momentos que marquem, momentos sempre novos, mesmo que você esteja há muitos anos com a mesma pessoa, descubra algo novo para admirar. Use sua criatividade para manter acesa a chama do prazer, seja no amor, na amizade ou no trabalho, em qualquer situação.

Para o seu próprio bem, ouse e sinta a liberdade que você tem, inclusive de escolher ou mudar. Basta querer, acreditar e, sempre que possível, amar.

O amor é capaz de transformar tudo, até mesmo você.

____________

Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: travnikovstudio / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

* Matéria atualizada em 09/01/2018 às 5:07






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.