Comportamento

Diretora de escola é demitida por promover evento pole dance para crianças de 3 a 6 anos

capa Diretora de escola e demitida apos promover evento pole dance para criancas de 3 a 6 anos

A ideia da diretora desagradou e ela recebeu severa punição. Confira!

Os diretores de escola são pessoas que costumam ter muito respeito tanto dos pais quanto dos demais membros da comunidade escolar.

A missão de administrar uma instituição de ensino, contemplando o desempenho dos professores, alunos e imprevistos na rotina escolar não é nada fácil, e em muitos casos esses profissionais fazem um ótimo trabalho, marcando a vida de todos, especialmente dos pequenos.

No entanto, vez ou outra, pais e mães também podem se decepcionar com as atitudes desses líderes. Foi o que aconteceu numa comunidade de pais em Shenzhen, na China, há alguns anos.

Conforme contado em matéria do Insider, o jornalista da Bloomberg, Michael Standaert, cujos filhos estudavam no Xinshashui Kindergarten documentou em imagens um evento no mínimo inusitado promovido pela diretora do centro infantil em uma segunda-feira.

As imagens mostram que os alunos, de 3 a 6 anos, foram recebidos na escola com uma apresentação de pole dance. O registro rapidamente viralizou no Weibo, rede social chinesa, e também no Twitter.

É possível ver uma mulher de top preto e short curto dançando em um mastro com a bandeira chinesa ao som da música “Buttons”, das “Pussycat Dolls”, enquanto dezenas de adultos e crianças a assistem.

2 Diretora de escola e demitida apos promover evento pole dance para criancas de 3 a 6 anos

Direitos autorais: Reprodução / Michael Stanaert

Além disso, segundo informações compartilhadas pelo Insider, a apresentação de volta às aulas também contou com uma performance burlesca de um segundo dançarino, como informou a agência de notícias Reuters.

O jornalista e pai de alunos Michael acrescentou que havia vários anúncios de pole dance do lado de fora da escola.

Como se pode imaginar, o evento promovido pela diretora revoltou os responsáveis pelos alunos, já que, segundo a opinião de muitos, eles não tinham idade para assistir àquele tipo de apresentação.

No vídeo gravado por Michael, é possível ver uma mulher levando um menino para longe da multidão, o que mostra que a apresentação desagradou a muita gente.

Depois da confusão, o jornalista informou que ele e sua esposa estavam tentando tirar os filhos da escola e recuperar o dinheiro das mensalidades que já haviam sido pagas.

Standaert também disse, em conversa com a That’s Magazine, uma revista de estilo de vida em língua inglesa na China, que não havia problema em praticar pole dance como forma de exercício, mas que não achava certo que essa prática fosse levada para um jardim de infância.

Depois da repercussão do caso, a escola fez uma carta com pedido de desculpas, explicando que a apresentação foi escolhida para “expor as crianças a uma variedade maior de danças”.

3 Diretora de escola e demitida apos promover evento pole dance para criancas de 3 a 6 anos

Direitos autorais: Reprodução / Michael Stanaert

Na carta compartilhada por Standaert para a revista That’s, a escola também dizia: “Na cerimônia de abertura do nosso jardim de infância, organizamos muitos programas com a intenção de não apenas tornar as apresentações diferentes e não convencionais, mas também expor as crianças a uma gama mais ampla de danças, daí a introdução ao pole dance.”

“Depois de hoje, as crianças não serão novamente apresentadas a formas de dança que os pais não aceitam e não reconhecem”, acrescentou. “Pais, por favor, não fiquem nervosos, pois não há pole dance envolvido no currículo do nosso curso.”

A agência educacional do distrito de Baoan também emitiu um comunicado falando que havia aberto uma investigação sobre a escola e pedido a demissão da diretora do local. A agência também opinou que não acha apropriado realizar apresentação de pole dance para crianças.

Standaert também disse que essa não foi a primeira vez que a Xinshashui Kindergarten realizou eventos não apropriados para crianças. Antes das férias de verão do mesmo ano, a escola foi decorada com itens militares, como metralhadoras e morteiros, por cerca de dez dias.

0 %