Distúrbios emocionais podem prejudicar a memória. Entenda!

O nosso corpo está inteiramente conectado, e quando ele está doente, todo o organismo sofre as consequências.



Todos nós, em algum momento, já experimentamos algum tipo de perda de memória. Para a maioria, no entanto, isso é algo passageiro, fruto de algum momento de distração. Esquecemos a informação no momento em que precisamos dela, mas logo depois ela surge em nossas mentes, ainda que não tenha mais utilidade.

Em alguns casos, entretanto, a perda de memória pode ser um sintoma de algo muito mais sério, e é sobre isso que trataremos neste texto. Esteja atento nas informações que compartilharemos e, caso sinta necessidade, procure um profissional que possa ajudá-lo a investigar mais detalhadamente a sua realidade.

Segundo algumas pesquisas, a perda de memória pode ser um dos efeitos da depressão. Sabemos que essa é uma condição muito séria, que nos afeta de diversas maneiras, e pode acabar por desenvolver muitos problemas em nosso organismo.


Um estudo realizado em 2013, por profissionais do Departamento de Psicologia da Universidade Brigham Young, nos Estados Unidos, realizou testes com pessoas que enfrentavam a depressão e descobriu que elas não conseguiam identificar objetos em uma tela que fossem idênticos ou semelhantes a um objeto que haviam visto anteriormente.

Depois de todas as análises, eles afirmaram que seu resultado sugere que uma das consequências da depressão pode ser a diminuição da memória.

Outro estudo, dessa vez de 2015, realizado pelas Universidades do Texas e da Michigan State University, teve uma conclusão muito similar. Os pesquisadores envolvidos concluíram que a depressão pode causar perda de memória de curto prazo.

Um artigo publicado pela Universidade de Harvard também menciona a depressão como uma das causas comuns de esquecimento. Ele explica que, além do esquecimento, tristeza, falta de energia e diminuição do prazer nas atividades diárias também são sintomas da doença.


O mesmo artigo menciona também o estresse e a ansiedade como gatilhos para o esquecimento. Segundo ele, ambos podem interferir na atenção e bloquear a formação de novas memórias ou a recuperação de antigas.

É claro que existem inúmeras outras condições que podem desencadear a perda de memória, como a idade, determinados medicamentos e até mesmo a deficiência de vitamina B-12. Portanto, você não precisa se desesperar, caso a esteja experimentando.

No entanto, é sempre bom ficar atento a tudo o que se passa em seu interior, para que possa perceber antecipadamente qualquer sinal de que algo não vai bem com você.

Cuide bem de si mesmo e compartilhe as dicas com os seus amigos!

 

Este conteúdo tem caráter informativo e nunca deve ser usado para definir diagnósticos ou substituir a opinião de um profissional. Recomendamos que você consulte um especialista de confiança.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.